• Lucas Pereira

Procon Carioca apresenta novo sistema de atendimento para consumidores


Foto: Prefeitura do Rio

Todo o Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec) deve migrar para esse nova plataforma.

 

O Procon do Rio comemorou 10 anos nesta segunda-feira (05/07) inaugurando o 'Proconsumidor', novo sistema de atendimento. Para realizar a ação, foi preciso capacitar toda a equipe da instituição que estará mais preparada para reduzir o tempo das respostas aos clientes. Antes enviadas pelos Correios, agora as reclamações seguirão eletronicamente porque o novo sistema reúne todas as empresas com cadastro no site consumidor.gov.br


O projeto do Proconsumidor é piloto e inovador e feito em iniciativa conjunta com a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon). O Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec) tem a previsão de mudar totalmente para esse nova tecnologia, que será disponibilizada para todos os Procons do Brasil.

 

Continua depois da publicidade

 

O Procon Carioca já registrou 1.289.792 reclamações dos consumidores que tiveram problemas com alguma empresa, isso desde sua criação. Para reclamações, basta buscar atendimento na Central 1746 da prefeitura no endereço rio.rj.gov.br/proconcarioca e também nas mídias sociais do órgão.


Quanto ao Sindec, é um sistema que junta o atendimento de 644 Procons, em mais de 958 unidades pelo país. O sistema que será implementado é uma evolução de um modelo mais antigo, porém mais modernizado, trazendo maior agilidade no atendimento às demandas da população sobre relações de consumo. Já estão cadastradas mais de mil empresas.


Em 2014, o Procon Carioca foi pioneiro na criação de uma nova ferramenta para ajudar no dia a dia dos consumidores. Na época, moradores do Rio puderam ter acesso à plataforma do https://consumidor.gov.br/ contribuindo na experiência do atendimento eletrônico feito pela Central 1746. De acordo com Renato Moura, secretário municipal de Cidadania, outras medidas que vão beneficiar os consumidores serão realizadas:


É fundamental que o órgão acompanhe a evolução tecnológica do mercado e que os dados gerenciais se mantenham transparentes para todo o Sistema Nacional de Defesa do Consumidor. Além de atender melhor e mais rápido, os relatórios gerados auxiliarão no desenvolvimento de políticas públicas municipais de defesa do consumidor.

Fonte: https://prefeitura.rio/

 

Conteúdo Publicitário