top of page
  • Foto do escritorFernanda Calé

Prefeitura inicia obras de infraestrutura e drenagem em Rio das Pedras


Na imagem vemos o prefeito do rio Eduardo Paes discursando, em volta dezenas de moradores de Rio das Pedras acompanham a fala do gestor.
Foto: Divulgação / Prefeitura do Rio.

Projeto prevê investimento de R$ 28 milhões para acabar com alagamentos na Avenida Engenheiro Souza Filho.

 

Na manhã deste sábado o prefeito Eduardo Paes esteve em Rio das Pedras para anunciar o início das obras, que segundo o município, devem resolver os problemas de alagamento na principal via que corta as comunidades de Rio das Pedras e Muzema.

 
 

Moradores e comerciantes de Rio das Pedras compareceram à região do Campo, na Via Light, para entender como as obras seriam realizadas. Segundo a prefeitura, além de redes de drenagem, novas redes de esgoto sanitário e de água potável serão implantadas. As obras estão a cargo da Secretaria de Infraestrutura.


O que será feito?
Na imagem podemos ver uma placa com as informações referentes a obra que será realizada em Rio das Pedras.
Foto: Agência Lume.
Trecho entre Rio das Pedras e Muzema

As intervenções na área entre Rio das Pedras e Muzema, incluem a construção de calçadas, e recuperação do pavimento asfáltico ao longo de toda a extensão da via. A iniciativa vai impactar uma área de aproximadamente 42 mil m², e contempla os dois sentidos da via, as pistas laterais, as embocaduras e os retornos. A previsão é que as obras sejam concluídas em um ano e meio, com um investimento de R$ 28 milhões.


Em seu discurso na manhã de hoje, Eduardo Paes disse que toda a parte da via entre Rio das Pedras e Muzema será elevada e duas faixas serão destinadas à circulação de veículos, no local também deve ser construída uma ciclovia e uma calçada ligando as duas comunidades.



Trecho de Rio das Pedras

Segundo a Secretaria Municipal de Infraestrutura, o trecho da avenida em Rio das Pedras também será contemplado com obras de urbanização e infraestrutura, pelo programa Bairro Maravilha.


Uma área de 9,7 mil m² será beneficiada. O pacote de melhorias inclui recuperação da drenagem, do saneamento e da pavimentação. Os serviços estão orçados em R$ 5,3 milhões.


Comerciantes locais - 'Barraqueiros'
Na imagem podemos ver um grupo de pessoas erguendo cartazes em protesto.
Foto: Agência Lume

Durante o evento desta manhã, donos de barracas localizadas às margens da Avenida Engenheiro Souza Filho, levantaram cartazes, e criticaram a falta de comunicação entre a prefeitura e os trabalhadores.


Nina Viari, representante de cerca de 580 trabalhadores de barracas localizadas às margens da avenida em Rio das Pedras falou, em entrevista a Agência Lume, que o projeto é bom, mas que não houve comunicação entre a prefeitura e os 'barraqueiros':


"Não adianta chegar numa barraquinha aqui e outra ali “vai ter reunião”, tem que comunicar todo mundo, todo mundo que trabalha aqui."
"Eu vou aguardar agora a resposta deles, porque eles tem que procurar a gente 'né', pra poder falar o dia da reunião, como vai ser, pra poder também a gente passar pro pessoal, que muita gente não 'tava' aqui que não sabia, 'tava' faltando muita gente aqui, então a gente fica sem saber de nada."

Em seu discurso, o prefeito Eduardo Paes disse que será preciso entender a realidade de quem tira seu sustento no local, e que os comerciantes serão cadastrados para que suas estruturas sejam montadas em um outro ponto:


"A gente tem que compatibilizar as coisas, o que é compatibilizar? A gente vai ter que entender a realidade de quem tira do seu comércio o seu sustento ali, mas também, não deixar de progredir, evoluir e avançar, por causa disso. Então nós sabemos todo mundo que tem comércio ali, nós vamos pegar todo mundo que tem comércio ali, e nós vamos construir um outro comércio para essas pessoas irem."

Ainda segundo o prefeito, a Subprefeitura de Jacarepaguá ficará à frente dos cadastros dos comerciantes juntamente com o vereador Marcelo Diniz (Solidariedade). Eduardo Paes sugeriu ainda que fosse feita ainda nesta semana uma reunião para promover o diálogo entre os 'barraqueiros' e o poder municipal:


"Eu não vou admitir, aí eu sou bem claro (...) quem era empresário, dono de várias lojas aí... dançou! Quem tá levando sustento pra sua família dali, vai ter todo o carinho e atenção desse prefeito. Não se preocupem, os que trabalham mesmo, quem trabalha mesmo. Mas quem é malandro…'bailou'"

A Agência Lume entrou em contato com a Subprefeitura de Jacarepaguá para mais informações sobre como será o processo de cadastramento dos 'barraqueiros', mas até o momento da publicação dessa reportagem não tivemos resposta.


Assista todo o discurso desta manhã e a entrevista de Nina Viari abaixo:





Comments


Conteúdo Publicitário

bottom of page