top of page
  • Foto do escritorPhilippe Vaccihi

Conheça o Pacto Pela Juventude de Rio das Pedras e Itanhangá


Na imagem, podemos ver quinze pessoas posando para uma foto
Foto: Divulgação PPJ Rio das Pedras e Itanhangá

Projeto quer promover o desenvolvimento de jovens por meio de ações educacionais. Confira:

 

O Pacto pela Juventude (PPJ), é um projeto fruto da colaboração entre a Unesco e a Secretária Especial da Juventude Carioca (JUV-RIO), que teve início no segundo semestre de 2022 em diversas regiões do Rio.

 
 

O programa tem foco na formação cidadã e na capacitação de jovens em extrema vulnerabilidade social. Eles atuam em mais de 60 núcleos localizados em áreas periféricas e favelas da cidade.


Em Rio das Pedras e no Itanhangá, o projeto teve início em março deste ano, e o seu principal objetivo é formar jovens lideranças, para dessa forma mudar a realidade social da favela.


Nos bairros, a trilha escolhida foi o esporte, e a partir disso, foram criadas ações e processos de multiplicação que visam incentivar a participação e empoderamento desses jovens para repassar conhecimento e propor soluções para problemas relacionados à região onde moram.


O PPJ é destinado aos jovens entre 15 e 29 anos, que recebem por meio do programa uma bolsa auxílio de R$ 500,00, aulas semanais e ainda desenvolvem projetos aprendidos nas aulas, na comunidade.


Na imagem podemos ver dois jovens, o jovem à esquerda está anotando informações em um papel, enquanto o jovem à direita acompanha o que está sendo anotado.
Foto: Divulgação PPJ Rio das Pedras e Itanhangá

A ideia é colocar a teoria em prática, buscando melhoria na vida da juventude local, levando informação e incentivando as práticas esportivas que podem mudar as vidas das pessoas.


Ao final do programa, os jovens precisam entregar um trabalho de conclusão para Prefeitura com o intuito de beneficiar a comunidade de alguma forma. E de acordo com a coordenadora do Pacto Pela Juventude Rio das Pedras e Itanhangá, Eduarda Almeida, os jovens do local pretendem apresentar um projeto para a criação de uma área livre para a realização de esportes.


“A gente não tem um espaço público onde tem uma quadra, um espaço para o jovem realizar algum campeonato. Aqui a gente não tem praticamente nada. O que tem é privado e é complicado de ter acesso. Então a gente procura alguma visibilidade para comunidade para que o poder público entre aqui e possa realizar algumas ações” relata Eduarda.

Além dos trabalhos de campo, os jovens, junto aos coordenadores, realizam ações semanalmente com a intenção de atrair mais destaque para o projeto. A coordenadora Eduarda nos contou um pouco mais:


“Já tivemos roda de conversa, já tivemos parceria na caminhada com a clínica da família. No sábado, estávamos no CAIC junto do evento que teve sobre justiça hídrica. Então, no momento a gente tá buscando acompanhar as ações que estão sendo feitas na comunidade, mesmo que não tenha muita relação com esporte, mas que a gente possa estar presente, estar se mostrando para as pessoas conhecerem mais.”

A formação atual, que tem previsão de término em setembro, conta com a atuação de 13 jovens. A JUV-RIO ainda não divulgou a abertura de novas turmas em Rio das Pedras e Itanhangá.


Para ficar por dentro das ações realizadas pelo PPJ, basta acompanhar as redes sociais do projeto e da ONG Semeando Amor.

Commenti


Conteúdo Publicitário

bottom of page