• Fernanda Calé

Polícia Civil lança nova Delegacia On-line


Foto: Divulgação Governo do Estado do Rio de Janeiro.

A ferramenta é indicada para registros de todos os crimes, com exceção dos delitos direcionados às unidades especializadas.

 

A Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol) do Rio de Janeiro, lançou na última quarta-feira (03/11), a nova Delegacia On-line que poderá ser usada pela população fluminense. A ferramenta está mais intuitiva e navegável, e utiliza método de inteligência artificial. Todas as alterações foram feitas para facilitar o uso da população.

 

Continua depois da publicidade


 

Novidades

O canal está mais moderno e também evita subnotificações. Outra novidade é que agora a delegacia deixa de fazer apenas um pré-registro e passa a formalizar a queixa conforme acontece nas unidades físicas.


Os usuários não precisarão mais escrever a narrativa do fato, por meio de perguntas direcionadas, o sistema automaticamente transcreve a dinâmica com informações de interesse à investigação. A plataforma também possui um espaço destinado à inserção de dados adicionais caso a parte queira sinalizar outras questões relacionadas ao crime. Provas documentais também poderão ser anexadas.


Agora também é possível registrar crimes de violência contra a mulher. Apenas no caso de pedido de medida protetiva é que a vítima deve se apresentar na delegacia para análise do fato pela autoridade policial.


Como usar

Para utilizar a nova Delegacia On-line, basta acessar o endereço (https://delegaciaonline.pcivil.rj.gov.br/). Vale lembrar que o usuário precisa ter um endereço eletrônico (e-mail), já que toda a comunicação entre a polícia e o usuário será por este canal. Também serão enviados o código de validação, o número do procedimento e encaminhamento para exame de corpo de delito em casos específicos. Na ausência de informações, os agentes entrarão em contato com a pessoa e agendarão dia e horário para o comparecimento à unidade policial.


A Delegacia On-line é indicada para registros de todos os crimes, com exceção dos delitos direcionados às unidades especializadas, como homicídio e roubo de veículo ou carga, por exemplo, que possuem protocolos presenciais.


A ferramenta também estará disponível para turistas, e possui versão em inglês. Outros idiomas também devem ser inseridos no sistema. A Polícia Civil pretende disponibilizar em breve um aplicativa para smartphones e dessa forma facilitar de vez o acesso do usuário.

 



Conteúdo Publicitário