top of page
  • Foto do escritorAgência Lume

Padre é preso preventivamente suspeito de abuso de menores


Na imagem podemos ver a fachada do prédio da paróquia de Rio das Pedras.
Paróquia São João Batista em Rio das Pedras. / Foto: Agência Lume.

Crime teria acontecido na Paróquia São João Batista em Rio das Pedras.

 

Ramon Guilherme Pitilo da Silva Ramos, 33 anos, foi preso nesta segunda-feira (24/07) por policiais Civis da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) no Centro do Rio. Segundo a polícia, o religioso é suspeito de abusar sexualmente de duas crianças de 11 e 12 anos.

 
 

Ramon Guilherme se apresentou na delegacia acompanhado de seu advogado após o mandado de prisão preventiva ser decretado pela justiça. O religioso deve passar por uma audiência de custódia ainda hoje.


O padre participava das atividades na paróquia, mas foi afastado no início deste mês em razão de uma ordem judicial. Em entrevista à TV Globo, o delegado Luiz Henrique Marques disse que as vítimas relataram circunstâncias que resultam em crime de estupro de vulnerável:


"...as crianças foram submetidas a um depoimento especial, que consiste em uma técnica de interrogatório de crianças e adolescentes, e no final da investigação foi concluído pela participação do vigário nesse crime investigado, o que resultou na sua prisão preventiva sem prazo determinado. Ele responde a dois crimes de estupro de vulnerável com pena, considerando os dois crimes, que pode ultrapassar de 20 anos de reclusão."


Os menores, teriam sido abusados dentro da paróquia de Rio das Pedras, segundo apuração da TV Globo, a mãe de uma das vítimas contou aos policiais, que em um dos abusos o adolescente participava de uma orientação espiritual quando foi abordado pelo padre, ela disse que Ramon tocou nas partes íntimas do filho e pediu que ele não contasse nada a ninguém.


A Agência Lume entrou tentou contato com a Arquidiocese do Rio de Janeiro e com a Paróquia São João Batista, mas até o momento da publicação desta reportagem não teve resposta.


Leia a nota completa da Polícia Civil


GOVERNO DO RIO DE JANEIRO

SECRETARIA DE ESTADO DE POLÍCIA CIVIL

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL


Polícia Civil prende padre suspeito de abusar sexualmente de duas crianças


Policiais civis da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) prenderam, nesta segunda-feira (24/07), um padre, de 33 anos, suspeito de abusar sexualmente de duas crianças, de 11 e 12 anos.


De acordo com os agentes, as vítimas frequentavam uma paróquia em Jacarepaguá, na Zona Oeste da capital do Rio, onde o autor exercia o sacerdócio. Ele foi afastado das funções em razão de uma ordem judicial.


O autor se apresentou na delegacia com um advogado após o mandado de prisão preventiva ser decretado pela Justiça. Caso seja condenado, ele pode pegar mais de 20 anos de prisão.

Comments


Conteúdo Publicitário

bottom of page