• Fernanda Calé

Onda de frio atinge a cidade e Prefeitura se organiza para atender vulneráveis


Foto: Fernando Maia/Prefeitura do Rio

A Secretaria Municipal de Assistência Social ampliou o atendimento de dois centros de acolhimento, unidades funcionarão 24 horas por dia.

 

Com a queda das temperaturas atingindo a cidade no fim desta semana, aumentou a preocupação com a população mais vulnerável da cidade. Enfrentar temperaturas baixas na rua se torna extremamente perigoso e pode ser até fatal. É preciso se proteger e oferecer ajuda aos mais necessitados nesse momento.

 

Continua depois da publicidade

 

O Município do Rio, através da Secretaria Municipal de Assistência Social também adotou algumas medidas para ajudar quem mais precisa neste momento. Nesse período duas unidades da rede – o Centro POP Bárbara Calazans e o CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) Maria Lina de Castro Lima - funcionarão excepcionalmente 24 horas por dia para atendimento social e encaminhamento da população em situação de rua aos abrigos da Prefeitura. Nos locais também estarão disponíveis alimentação, água e peças de combate ao frio, como roupas e cobertores.


A Prefeitura também criou emergencialmente, com readaptações na rede, mais 100 vagas nos três principais abrigos da cidade, na Taquara, Ilha do Governador e Paciência, para atender os que necessitarem.


A campanha do agasalho que distribuiu 1 tonelada de itens de inverno nos abrigos da Prefeitura continua. As caixas itinerantes que estavam nas estações do BRT estão sendo colocadas nos dois prédios da Prefeitura do Rio, na Cidade Nova, para que os funcionários municipais também possam doar. Os 14 CREAS da Assistência Social, espalhados pela cidade, receberão as doações da população do Rio. Enquanto o CREAS Maria Lina e o Centro POP Bárbara Calazans estarão de portas abertas para a solidariedade ao longo do dia e da noite. São necessários, além de roupas de frio, sapatos e meias.


Equipes de abordagem do CREAS e o Serviço Especializado em Abordagem Social 24h, vem intensificando seus trabalhos nas ruas do Rio com as ofertas de acolhimentos nas unidades de reinserção social desde a última sexta-feira (23/07). As equipes trabalham em três turnos, de manhã, à tarde e à noite.


As unidades que irão funcionar 24h até pelo menos o próximo dia 31/07 são:

  • Centro Pop Bárbara Calazans – Rua República do Líbano, 54, Centro.

  • CREAS Maria Lina de Castro Lima – Rua São Salvador, 56, 2º andar, Laranjeiras.

 

Conteúdo Publicitário