• Agência Lume

Mais um ônibus é assaltado no Gardênia Azul


Foto: Google Imagens.

O crime aconteceu na tarde de ontem (23), próximo a região conhecida como Passarela do Gardênia.

Por: Fernanda Calé e Lucas Pereira.

 

Um ônibus foi assaltado no último domingo (23) na região do Gardênia Azul, zona oeste do Rio. Segundo uma passageira, que preferiu não se identificar, era por volta de 12h30 quando dois homens entraram no coletivo da linha 863, que faz o trajeto Rio das Pedras x Barra da Tijuca (via Ayrton Senna - circular). Os homens teriam entrado no coletivo no último ponto do Gardênia Azul (sentido Barra), próximo a Estrada da Gabinal.

 

Continua depois da publicidade


Ainda segundo o relato, a princípio os suspeitos fingiram ser passageiros comuns, mas ao chegar próximo ao ponto da Passarela do Gardênia, eles anunciaram o assalto. Um dos homens se manteve próximo a roleta, enquanto o segundo recolhia os pertences de alguns passageiros.


Segundo uma das vítima, um dos bandidos portava uma faca e o outro um revólver. Uma mulher tentou sair do ônibus pela porta de trás, mas foi jogada no chão por um dos criminosos. Assim que o ônibus chegou ao ponto da Passarela do Gardênia, os dois suspeitos fugiram levando pertences de cerca de 4 passageiros. Ninguém ficou ferido.


O caso é mais um entre a grande quantidade de assaltos a ônibus que vem acontecendo na região. Passageiros de linhas como 862, 863 e 880, reclamam da insegurança, principalmente no trecho entre o bairro do Gardênia Azul e a Barra da Tijuca.

 

Continua depois da publicidade



Mas como acontece na maioria desses casos, nenhum dos passageiros fez uma denúncia na delegacia do bairro e o caso não teve conhecimento da Polícia Militar, que após ser procurada pela Agência Lume, respondeu que é necessário que as denúncias sejam feitas "para que os dados entrem nos mapas de índices criminais, e medidas sejam tomadas".


Qualquer informação sobre esse e outros assaltos a ônibus na região também podem ser feitos através do Disque-Denúncia, pelo número 2253-1177. O anonimato da ligação é garantido.


A Agência Lume ressalta a importância das vítimas desse tipo de crime irem até a delegacia mais próxima e registrarem um boletim de ocorrência. Entendemos que muitos passageiros podem se sentir impotentes e imaginar que o registro da ocorrência não irá resolver o seu problema em particular, mas é preciso informar as autoridades o que está acontecendo, só assim poderão identificar e planejar medidas de segurança mais eficazes em locais mais vulneráveis.

 








Conteúdo Publicitário