top of page
  • Foto do escritorIHBAJA

Barra Olímpica: o novo bairro da Baixada de Jacarepaguá

Na foto podemos ver o bairro Barra Olímpica pelo alto.
Foto: Miriam Jeske/Brasil2016.gov.br | https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Parque_Ol%C3%ADmpico_Rio_2016.jpg

Por: Val Costa.

Professor de Geografia e membro do IHBAJA.

 

O município do Rio de Janeiro está dividido em 5 Áreas de Planejamento, 16 Regiões de Planejamento, 33 Regiões Administrativas e 165 bairros. Essas divisões foram criadas pela prefeitura para melhorar a administração da cidade e coordenar a oferta de serviços públicos.

 
 

As Áreas e Regiões de Planejamento são divisões territoriais do município elaboradas para programar e controlar o desenvolvimento urbano e compreendem várias Regiões Administrativas. As Regiões Administrativas funcionariam como distritos, cada uma com a sua subprefeitura.


A Baixada de Jacarepaguá compreende a Área de Planejamento 4 (AP-4), formada por três Regiões Administrativas (RAs): Barra da Tijuca, Cidade de Deus e Jacarepaguá. Foi justamente na RA da Barra da Tijuca que surgiu o mais novo bairro da nossa cidade: a Barra Olímpica.


A criação de um bairro onde foram instalados os principais equipamentos esportivos da XXXI Olimpíada Rio 2016 é uma ideia que iniciou no ano de 2010. Nessa ocasião, os vereadores Carlo Caiado, Tânia Bastos, Tio Carlos e Dr. Carlos Eduardo apresentaram o projeto de Lei nº 807/2010, que instituía o novo bairro a partir dos desmembramentos dos territórios da Barra da Tijuca, do Camorim e de Jacarepaguá.


Em 17 de novembro de 2022, a Leiº 7.646 concebeu o bairro Barra Olímpica e estabeleceu os seus limites oficiais. Finalmente, em 2 de maio desse ano o poder público municipal publicou no Diário Oficial um decreto regulamentando essa criação.


O bairro recém-criado engloba o Riocentro, o Condomínio Ilha Pura, o Parque Olímpico (antigo Autódromo Internacional Nelson Piquet) e a área que abrigará o futuro Centro Metropolitano. Abrange também importantes vias da região, como a Avenida Salvador Allende, a Rua Abraão Jabour, a Rua Abadiana, a Estrada Arroio Pavuna e alguns trechos da Avenida Ayrton Senna, além do canal que liga a Lagoa da Tijuca à de Jacarepaguá.


Desde a apresentação do projeto de lei supracitado, a criação desse bairro gera polêmicas na região. De um lado estão aqueles que dizem que o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) da área poderá subir tanto que dificultaria a permanência de uma parte dos moradores. Outros acreditam que o status de bairro melhoraria a oferta de serviços públicos no local.


 





Val Costa é professor de Geografia e Membro do Instituto Histórico da Baixada de Jacarepaguá.      

 


Opmerkingen


Conteúdo Publicitário

bottom of page