• Fernanda Calé

Programa 'Luz Maravilha' chega a Muzema e Jardim Clarice


Presidente da Rioluz, Bruno Bonetti; subprefeita de Jacarepaguá, Talita Galhardo; vice-prefeito e secretário de Habitação, Nilton Caldeira; e a secretária de Infraestrutura, Katia Souza / Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio

A Parceria Público-Privada firmada pela Prefeitura tem o objetivo de modernizar todo o sistema de iluminação pública da cidade até 2022.

 

O programa 'Luz Maravilha' chegou nesta semana até quatro localidades da Zona Oeste: Muzema, Jardim Clarice, Camorim e Curicica. Segundo a prefeitura, a Secretaria de Infraestrutura e a RioLuz criaram um cronograma que prevê a instalação de 45 mil novos pontos de iluminação de Led na cidade até 31 de março.


Foi informado pela prefeitura que a parceria público-privada firmada tem o objetivo de modernizar todo o sistema de iluminação pública da cidade até 2022, com 450 mil pontos de iluminação de Led. A mudança gera uma economia de até 60% nas contas públicas


A prefeitura também informou que a escolha das áreas está sendo feita baseada em um cruzamento de dados técnicos, de segurança pública e do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).


Ao acionar a nova iluminação no Jardim Clarice, a secretária de infraestrutura, Katia Souza comemorou:

" O Rio está voltando a ser a Cidade Maravilhosa, agora iluminada com o Luz Maravilha. Muito bom começar esse programa por lugares onde a população é mais carente."

O programa ainda prevê a substituição de 35 mil postes de metal ou concreto por um modelo de fibra, seguindo critérios técnicos que avaliam o estado de conservação do equipamento. A Rioluz possui aproximadamente 60 mil postes, a maioria de metal ou concreto. Segundo a prefeitura, os postes que não forem substituídos serão pintados com tinta isolante elétrica, assim como os postes tombados e coloniais.


A parceria também quer implementar outros serviços dentro do conceito de cidade inteligente (Smart City), com a instalação de 10 mil câmeras de segurança. 40% dessas novas câmeras contarão com tecnologia de reconhecimento facial.


A prefeitura também que implementar, cinco mil pontos de wi-fi; três mil sensores de resíduos sólidos em bueiros; e e 1.500 sensores de sinais de trânsito, que vão melhorar o fluxo do tráfego. Tudo isso será monitorado pelo Centro de Comando de Operações (CCO), que estará integrado ao Centro de Operações Rio.


No ato também estiveram presentes o vice-prefeito e secretário de Habitação, Nilton Caldeira, e a subprefeita de Jacarepaguá, Talita Galhardo.


Fonte: https://prefeitura.rio/infraestrutura/programa-luz-maravilha-chega-a-quatro-localidades-da-zona-oeste/

 

Conteúdo Publicitário