• Rita Valente

Professores da rede municipal anunciam paralisação de 24h


Segundo o sindicato que representa os profissionais a greve deve acontecer na próxima quarta-feira (01/06).

 


 

Profissionais da educação municipal anunciaram uma paralisação na próxima quarta-feira (01/06), segundo o sindicato que representa os profissionais, a greve será feita por profissionais da rede municipal.


De acordo a Coordenadora do SEPE-RJ, Samantha Gudes, a pauta de reivindicações é extensa, e vai além da recomposição salarial em 22% devido a falta de reajuste desde 2019; o vale-refeição que mantém o mesmo valor de R$12,00 referente a dez anos atrás, e o congelamento do triênio.


“A pauta inclui também, a questão da opressão que sofremos dentro das unidades escolares e das creches, e estamos com problemas de um terço extraclasse; com problemas devido a migração “fake”, que o prefeito fez sobre as agentes de educação infantil que foram reconhecidas pelo magistério, mas ele não aplica a lei; problemas com as agentes de apoio à educação especial, aonde querem que cumpram a função da saúde; problemas com os agentes educadores e com as cozinheiras por causa de corte salarial; com os secretários escolares; com serventes e copeiras que não aparecem no quadro da educação e muito menos, no quadro administrativo da própria prefeitura. ” – afirmou Samantha Guedes.


Entramos em contato por e-mail, com a Secretaria Municipal de Educação, para saber qual é a posição da Prefeitura em relação a a paralização, a secretaria informou que está apurando as informações, mas até o fechamento dessa matéria não enviou nenhum posicionamento oficial sobre as questões para a Agência Lume.

 

Conteúdo Publicitário