top of page
  • IHBAJA

O futebol em Jacarepaguá também tem história


Na imagem podemos ver um campo de futebol com grama verde.
Campo do Colônia Juliano Moreira Atlético Clube / Val Costa

Por: Val Costa.

 

A Baixada de Jacarepaguá sempre foi um “celeiro” de jogadores que brilharam com a camisa da nossa seleção. Edmundo, Válber e Josimar são exemplos de atletas que deram os seus primeiros chutes nos gramados dos antigos campos de futebol localizados nos bairros da região.

 
 

Vários times amadores marcaram a história do futebol em Jacarepaguá. Um deles foi o Esporte Clube Parames, que ficava localizado na Praça Seca. Conhecido como oMais Querido de Jacarepaguá”, esse time foi fundado em 1925 por um grupo de jovens liderados por Victor Parames Domingues. Essa agremiação esportiva chegou a disputar o Campeonato Carioca da Terceira Divisão, sagrando-se campeão em 1945. Ganhou também a Taça Carlos Eiras (1950), a I Copa da Cidade (1952) e o tricampeonato da Região Administrativa de Jacarepaguá (1961, 1962 e 1963). O clube encerrou as suas atividades em 1974, quando a família Parames pediu de volta os terrenos onde ficavam o campo e a sede.


Outro time amador que marcou toda uma geração foi o Pau Ferro Futebol Clube. Suas partidas, realizadas no bairro do Pechincha, reuniam centenas de apaixonados torcedores. O Pau Ferro participou do Campeonato da Terceira Categoria de Amadores dos anos de 1943 e 1944.


A região teve um representante no futebol profissional durante os anos 1990: o Internacional Futebol Clube. Essa agremiação, sediada em Curicica, chegou a disputar a Segunda Divisão do Campeonato Estadual. As atividades do clube foram encerradas em 1999.


O Campeonato Amador de Futebol de Jacarepaguá tem uma tradição de 55 anos. Times como Curicica, Estrela, Conceição, Nova Aurora, Bela Vista, Colônia e Guanabara fizeram a alegria de várias gerações nas tardes de domingo. Eram comuns jogos entre equipes amadoras com até dez mil espectadores, público superior ao da maioria das partidas do Campeonato Carioca da Primeira Divisão. Essa competição parou de ser realizada nos últimos anos do século XX e foi retomada na atual década.

 
 Na imagem podemos ver Val Costa, um homem branco com cabelos pretos com fios grisalhos. Val está usando uma camisa cinza com estampa preta de uma mapa mundi.






Val Costa é professor de Geografia e Membro do Instituto Histórico da Baixada de Jacarepaguá.

 

Conteúdo Publicitário

bottom of page