top of page
  • Foto do escritorFernanda Calé

Nosso Sonho é uma declaração de amor ao funk carioca


Na imagem podemos ver os atores Lucas Penteado e Juan Paiva conversam em um ônibus.
Lucas Penteado e Juan Paiva dão vida a Claudinho e Buchecha nas telonas. / Foto: Angélica Goudinho /Divulgação

Cinebiografia que conta a história de Claudinho e Buchecha estreia nesta quinta-feira (21).

 

Se você balançou ao som de Claudinho e Buchecha no fim dos anos 1990, ou é um apaixonado pelo funk. Curtiu um 'love' nos bailes cariocas, ou cresceu em uma favela, Nosso Sonho vai te emocionar.

 
 

Ao contar a história de umas das duplas de funk mais amada pelo público brasileiro, o filme aborda temas importantíssimos vividos por aquela juventude que se criou nas favelas do Rio de Janeiro nos anos 1990, temas esses que continuam impactando a vida de muitos jovens em 2023.


O longa acompanha a jornada dos dois amigos, da infância até o sucesso em todo o país, e a trágica separação da dupla após a morte de Claudinho em julho 2002.

Na imagem podemos ver dois jovens amigos se abraçando.
Gustavo Coelho (frente) representa Buchecha, e Vinicius Boca de 09 (de costas) representa Claudinho. / Foto: Angélica Goudinho / Divulgação.

O filme faz o público voltar aos anos 1990, com caracterizações perfeitas e cenários impecáveis. A história aposta na leveza com muitos alívios cômicos, principalmente por parte de Claudinho, personagem apaixonante que Lucas Penteado interpreta com maestria.


Mas quando o drama é apresentado ao público, Juan Paiva não deixa nada a desejar na pele de Buchecha, que é quem narra toda a história. A dedicação dos dois atores pode ser sentida nas telas.


Outro personagem importantíssimo para a trama é Claudino de Souza, ou Buchechão como o mesmo assinava. O pai de Buchecha é vivido pelo ator Nando Cunha, que mostra como o pai influencia Buchecha de diversas formas ao longo da vida.


Na imagem podemos ver quatro jovens, dois homens e duas mulheres, eles estão sorrindo.
Foto: Divulgação.

Para além dos personagens principais, no elenco se destacam Tatiana Tiburcio que interpreta Dona Etelma, mãe de Buchecha; Lellê e Clara Moneke, que vivem Rosana e Vanessa, as namoradas dos músicos; Vinicius "Boca de 09" e Gustavo Coelho, que fazem Claudinho e Buchecha na infância, respectivamente.


Além das participações especiais de Antonio Pitanga, como Seu Américo, Isabela Garcia, como Dona Judite, Negão da BL como um DJ do baile, e FP do Trem Bala e Gabriel do Borel, como a dupla Cidinho e Doca, e ainda Flávia Souza e Reinaldo Júnior.

 
 

Dá para perceber que o diretor Eduardo Albergaria se preocupou em matar a vontade dos fãs de relembrar os sucessos da época, colocando músicas inteiras no filme, vale lembrar que o responsável pela trilha sonora é Plínio Profeta. Mas apesar do clima feliz de nostalgia, assuntos importantíssimos foram retratados.

Na imagem podemos ver uma família reunida sorrindo.
Foto: Angélica Goudinho / Divulgação.

O longa mostra as dificuldades enfrentadas por moradores de favelas do Rio, como preconceito, desastres naturais e violência. Com a dose correta para cada emoção, você certamente sairá com os olhos marejados.


Quem for assistir a Nosso Sonho, certamente não vai se decepcionar, você se pegará pensando no que estava fazendo naquela época, e a frase "era assim mesmo!" certamente pulará da sua boca.


E se você ainda não estava por aqui quando a dupla fazia e acontecia no cenário musical brasileiro, certamente terá uma grande chance de conhecer uma das melhores fases do funk carioca.




  • Título: Nosso Sonho

  • Distribuído por: Manequim Filmes.

  • Gênero: Cinebiografia

  • Diretor: Eduardo Albergaria.

  • Data de lançamento: 21 de setembro de 2023.

Avaliação: ⭐⭐⭐⭐⭐

Comments


Conteúdo Publicitário

bottom of page