• Fernanda Calé

Moradores e comerciantes reclamam de lixo na Estrada de Jacarepaguá

Atualizado: 5 de abr. de 2021


Lixo e entulho descartados irregularmente na região próxima ao número 4450, estão causando intenso mal cheiro.

 

Respirar está se tornando uma prática cada vez mais difícil para quem mora ou trabalha na Estrada de Jacarepaguá, principalmente no trecho próximo a Paróquia São João Batista. O lixo descartado no local tem quantidade maior do que a suportada pelas caçambas colocadas na região.


O número de pessoas que usam o local como ponto de descarte de lixo é muito grande, comerciantes reclamam que a coleta não está conseguindo dar vazão a grande quantidade de lixo descartada todos os dias na região.



O mal cheiro começa a incomodar até os fiéis da Paróquia São João Batista. Nos domingos em que a coleta não acontece, o cheiro do lixo é intenso durante a missa. No calor, se torna insuportável trabalhar ou ficar próximo ao local.


O trecho tem histórico problemático, já que passou boa parte de 2020 convivendo com um alagamento causado pelo entupimento da galeria de esgoto. Na época a prefeitura fez a limpeza e tirou de dentro muito lixo.


Os moradores e comerciantes da região pedem que seja colocada uma compactadora de lixo no local, eles reconhecem que a Comlurb faz a coleta, mas ressaltam que isso não é suficiente.


Outro problema denunciado por pessoas que convivem na região, é o descarte irregular de entulho. Segundo comerciantes, carroceiros e pequenos caminhões estão trazendo entulho de diversas áreas da região e colocando no local.


No último dia 5, uma equipe da Subprefeitura de Jacarepaguá esteve no local juntamente com a Comlurb para tentar limpar a via. Mas uma grande quantidade de entulho e lixo danificou o trator usado no momento, e impediu a limpeza completa. Agora, mais de vinte dias após a primeira tentativa a situação se agravou.


A Agência Lume entrou em contato com a Comlurb para questionar sobre a limpeza do local e para perguntar o que poderia ser feito na região para solucionar o problema, a empresa nos respondeu por meio de nota:


A Comlurb informa que o local tem coleta diária, de domingo a domingo, até duas vezes por dia, além de remoção mecanizada de resíduos. A área conta com diversas caixas metálicas de 1.200 litros para receber o lixo, mesmo assim há descarte indevido de resíduos. É importante que a população local colabore, respeitando os horários de coleta e evitando o descarte irregular de lixo ao redor das caixas.


Sobre o descarte irregular de entulho a empresa disse que a remoção e entulhos de pequenas obras feitas em casa é feita gratuitamente e pode ser solicitada pelo Whatsapp. O número para as solicitações é o 3460-1746.


A Lume vai continuar acompanhando o caso.

 

Conteúdo Publicitário