• Agência Lume

Desaparecimento de pescadores completa uma semana


Da esquerda para direita: Everaldo Rodrigues, Pablo Henrique e Marcelo Silva.

Everaldo Rodrigues, Pablo Henrique e Marcelo Silva saíram para pescar no último dia 13/01 e não foram vistos desde então.

 

Os três pescadores que moram na Muzema e região, eram amigos e saíram de casa na última quinta-feira (13/01) para pescar. O último contato que fizeram foi às 4h38 da manhã. Desde então as famílias buscam informações sobre o que poderia ter acontecido com os três amigos.


Segundo a família dos desaparecidos, uma embarcação de um amigo dos pescadores saiu no mesmo momento em que eles para a pescar. Porém cada barco seguiu para o seu local de pesca quando alcançou certa distância.


Os pescadores que estavam na outra embarcação informaram que Pablo Henrique, disse que tinham a intenção de voltar ao 12h, mas quando os pescadores voltaram às 15h, não viram o barco de Pablo.

Segundo a família, os Bombeiros e a Marinha foram acionados. As buscas continuam pois não há indícios de que a embarcação tenha afundado. Embarcações, aeronaves (helicópteros e aviões) seguem fazendo buscas no mar.


Na última sexta-feira (15/01), uma embarcação com pescadores saiu da Barra da Tijuca rumo a São Paulo para fazer buscas pelos desaparecidos. As autoridades acreditam que o barco foi levado à deriva pela maré, e seguiu o sentido do litoral de São Paulo, porém os pescadores não conseguiram encontrar a embarcação de Pablo Henrique, e tiveram que retornar no sábado (16/01).


Pablo Henrique foi criado na Muzema e trabalha em um pet shop, o qual é o dono, Marcelo Silva, é morador da Muzema, e é sushiman e Everaldo Rodrigues, mora na Tijuquinha, e é motorista. Todos eram apaixonados pela pesca.


As famílias continuam buscando pelos pescadores, e pedem que quem tiver qualquer informação que possa ajudar nas entre em contato.

 

Conteúdo Publicitário