• Gabrielle Teles

Lume nas eleições: Eduardo Bandeira de Mello

Atualizado: 16 de nov. de 2020



Veja as principais propostas apresentadas pelo candidato da Rede Sustentabilidade, na entrevista exibida ontem (05/11) pela Agência Lume.

 

O projeto Lume nas eleições 2020 apresentou ontem (05/11) a entrevista realizada com Eduardo Bandeira de Mello, candidato à prefeitura do Rio de Janeiro pelo partido Rede Sustentabilidade. Formado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o carioca trabalhou durante 35 anos no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e foi dirigente esportivo e presidente do Clube de Regatas do Flamengo, de 2013 à 2018. No mesmo ano, ele também concorreu ao cargo de deputado federal, mas não conseguiu se eleger. Agora, tenta as eleições municipais com sua vice Andrea Gouvêa Vieira.

Seguindo as diretrizes de seu partido, Bandeira de Mello defendeu um Rio mais sustentável e inclusivo, colocando a educação como a maior prioridade da sua gestão, caso seja eleito. O candidato também se diz ser uma nova opção no cenário político da cidade:


"Eu gostaria de dizer para vocês que eu estou me apresentando como uma alternativa a essas práticas políticas deletérias e subalternas que vem manchando a história do Rio de Janeiro (...) As pessoas me conhecem porque eu fui presidente do Flamengo, e eu peguei o Flamengo totalmente desacreditado, ninguém levava sério, endividado, com receitas penhoradas e entreguei seis anos depois um modelo de clube, que ganhou todos os prêmios de transparência, de gestão esportiva, reduziu a dívida pela metade, aumentou faturamento em quatro vezes, acabou com dívidas trabalhistas, passou a respeitar e servir de exemplo pro seu torcedor. A gente quer uma prefeitura que sirva de exemplo para todos os cariocas e que seja modelo pro Brasil e pro mundo. A gente quer uma cidade sustentável, uma cidade verde, uma cidade inclusiva, que a gente consiga reduzir desigualdades que mancham a nossa história e nos envergonham muito."
 

Veja as principais propostas do candidato Eduardo Bandeira de Mello:

  • Educação: Educação é minha prioridade das prioridades.

Para o candidato, não existe nada mais importante em uma administração - seja ela municipal, estadual ou federal - do que a educação. Caso eleito, ele pretende focar na educação infantil e defendeu o plano de escolas em horário integral:

"Com certeza vai ser a nossa prioridade [a educação] e eu tenho um foco ainda mais especial na educação infantil, que é onde os estudos, as evidências científicas, provam que tem o maior retorno social (...) Nosso foco vai ser muito mais em fazer acontecer aquilo que já existe, do que fazer obra para, muitas vezes, ficar mais um equipamento ocioso."
"A ideia é que as comunidades tenham quadras de esportes; espaços, como ginásios, por exemplo, para que possam servir, inclusive, para que as crianças tenham atividades esportivas. Ligadas a arte ou até reforço escolar no contra turno. Porque enquanto a gente não consegue o nosso tempo integral para todo mundo, os estudantes da escola de tempo parcial ficam muitas vezes ociosos, na parte da tarde ou na parte da manhã, e a gente pode usar essas áreas pra que eles desenvolvam esse tipo de atividade. (...) Isso além de ser lazer, é educação."
  • Mobilidade urbana: A prefeitura tem que controlar o serviço de transporte público. O que acontece no Rio de Janeiro há muitos anos é o contrário, os empresários de transporte público controlam os governos.

Bandeira de Mello criticou o financiamento de empresários à campanhas em troca de prestação de serviços, além de declarar que o transporte público da cidade não atende à população. Quando perguntado sobre a possibilidade de um metrô na Freguesia, o carioca declarou que não poderia prometer a obra, mas, que como morador da Barra da Tijuca, acha a alternativa viável.


"Como o próprio nome do partido [Rede Sustentabilidade] está dizendo, somos a favor que o transporte público prevaleça em relação ao transporte particular, porque isso reduz o a quantidade de emissões de gás efeito estufa e é muito mais eficiente, muito mais justo para população como um todo."
Olha, eu posso pensar nisso [sobre o metrô na Freguesia] como cidadão, como alguém que tá imaginando um Rio mais inclusivo, mais eficiente, mas eu não seria irresponsável de prometer pros moradores da Freguesia que o metrô vai chegar lá. Primeiro, porque o metrô não é municipal, é estadual, por mais que a gente consiga ter uma boa relação com o governador, com a Secretaria de Transporte do Estado, não tá no planejamento do metrô passar aí pela Freguesia. (...) O que eu vou prometer é que eu vou trabalhar muito para as condições desta região de mobilidade urbana, tanto em termos de frequência dos ônibus alimentadores, como em relação as condições desses ônibus, que a gente sabe que hoje os ônibus andam superlotados, não tem ar-condicionado, não tem equipamento, por exemplo, para quem é deficiente físico, pra quem é criança e pra quem tem que andar com criança.
  • Saúde: Cada real que você investe em saneamento [básico], você tá deixando de gastar quatro reais em saúde.

Para o candidato, a pandemia do coronavírus deixou ainda mais evidente a carência de saneamento básico que existe na cidade do Rio de Janeiro. Bandeira de Mello também conversou sobre a gestão da CEDAE, concessionária de água e esgoto controlada pelo município. Ao tratar de lixo, ele enfatizou que essa é uma questão importante para o partido.


"Mais uma vez, isso aqui é a Rede de Sustentabilidade [partido]. Então, nós vamos ter que tratar isso da melhor maneira possível do ponto de vista ecológico ambiental. Nós vamos ter que incentivar e obrigar a coleta seletiva, vamos ter que, inclusive, reduzir a quantidade de lixo que chega no aterro de Seropédica. Você pode fazer reciclagem, pode fazer tratamento compostagem, pode até extrair gás do lixo e esse gás ser usado pela própria população do Rio de Janeiro."
"A COMLURB vai ter que ser uma empresa modelo do ponto de vista ambiental e para as comunidades principalmente. Eu sei que esse é um problema em Rio das Pedras, eu já andei conversando com pessoas daí. No passado você tinha garis comunitários, era superimportante porque o caminhão de lixo não entra aí em ruas muito estreitas, então você tem que ter um sistema. Mas isso nós vamos ter que reativar, recuperar essa situação com os garis comunitários para que eles sejam parceiros da COMLURB, parceiros da Prefeitura."

Confira abaixo a entrevista completa com o candidato Eduardo Bandeira de Mello:


Conteúdo Publicitário