• Lucas Pereira

Famílias começam a receber o auxílio do programa SuperaRJ


Foto: Governo do Estado do Rio de Janeiro

Mais de 1,4 milhão de pessoas que vivem na pobreza ou extrema pobreza serão beneficiados com o auxílio do Governo Estadual.

 

Moradores do estado do Rio começaram a receber no último sábado (05/06), o auxílio do programa SuperaRJ que foi idealizado pelo governo estadual. A entrega começou por 21 pontos da Região Metropolitana e até terça-feira (08/06), famílias do interior do estado também serão beneficiadas com o cartão que pode entregar até R$ 300 dependendo da renda familiar.


Na primeira etapa, mais de 42.569 famílias inscritas no CadÚnico e que recebem até R$ 178 serão beneficiadas. Ao todo, 355 mil famílias que vivem na pobreza ou extrema pobreza serão contempladas no estado, totalizando 1,4 milhão de fluminenses.


O governador Cláudio Castro (PL) fez uma parceria com a Liesa e Lierj para que as escolas de samba do estado fossem usadas como pontos de entrega dos cartões com o benefício. Ele anunciou que as agremiações de samba receberão R$150 mil para ajudar com a estrutura e pessoal envolvido.


Além da Beija-Flor, as entregas aconteceram também nas quadras das escolas Inocentes de Belford Roxo; Mocidade; Grande Rio; Porto da Pedra; Imperatriz Leopoldinense; Portela; Mangueira (Vila Olímpica); São Clemente; Acadêmicos de Santa Cruz; Viradouro; Unidos da Ponte; Paraíso do Tuiuti; Salgueiro; Acadêmicos Vigário Geral; e União da Ilha. Haverá distribuição também na Faetec Maria Mercedes Mendes Teixeira, em Ricardo de Albuquerque, nas unidades do Detran da Barra da Tijuca e de Itaboraí e no CIEP Brizolão 305 Heitor dos Prazeres, em Pedra de Guaratiba.


Quem pode receber?

  • Moradores do Estado do Rio de Janeiro;

  • Inscritos no Cadastro Único de Pessoas Sociais (CadÚnico), nas faixas de pobreza ou extrema pobreza;

  • Pessoas com renda familiar per capita igual ou inferior a R$ 178;

  • Maiores de 18 anos, com exceção de mães adolescentes;

  • Cidadãos com o CPF regularizado;

  • Quem perdeu o emprego formal com salário de até R$ 1.501, a partir de 13 de março de 2020, sem fonte de renda;

  • Desempregados podem solicitar o benefício no mês posterior à última parcela do seguro-desemprego, caso se enquadre nas demais exigências;

Quem não pode receber?

  • Quem recebeu benefício do Bolsa Família ou de qualquer auxílio emergencial federal ou municipal;

  • Quem recebe benefícios previdenciários, assistenciais ou trabalhistas, como pensão, aposentadoria e seguro-desemprego;

  • Pessoas com renda, no ano de 2020, igual ou superior a R$ 28.559,70;

 

Continua depois da publicidade


Para inscritos no CadÚnico, veja o passo a passo para garantir o benefício:


1º: Atualize seu cadastro no CadÚnico

2º: Acesse superarj.rj.gov.br e insira seu CPF

3º: Após a inserção dos dados, o site vai informar se você está habilitado para receber o benefício


Para desempregados a partir de 13/03/20 e que recebiam até R$ 1.501, o passo a passo é esse:

1º: Acesse superarj.rj.gov.br e clique em "Inscreva-se";

2º: Preencha o formulário;

3º: Depois de uma semana, volte ao site e consulte seu CPF;


O SuperaRJ também criou uma linha de crédito com juro zero de até R$ 5 mil para MEIs, profissionais autônomos e informais. Micro e Pequenas Empresas também receberão até R$ 50 mil concedidos pela Agência Estadual de Fomento (AgeRio) com prazo máximo de 60 meses, com carência variando de seis a 12 meses. Inicialmente, serão investidos cerca de R$ 150 milhões.


MEIs, trabalhadores autônomos e informais que podem receber:

  • Micro e pequenas empresas;

  • Microempreendedor individual;

  • Cooperativas e associações de pequenos produtores;

  • Agricultores familiares;

  • Profissionais autônomos, inclusive agentes e produtores culturais;

  • Empreendimentos da economia popular solidária;

  • Costureiras, cabeleireiros, manicures, esteticistas, maquiadores, artistas plásticos, sapateiros, cozinheiros, massagistas, empreendedores sociais, empreendedores que atuam em comunidades e negócios de impacto social;

Quais tarifas a pagar:

  • Apenas 3% da tarifa de consulta cadastral, descontada na liberação do financiamento;

  • O SuperaRJ tem juro zero;


Como solicitar o crédito:

  • Passo 1: Acesse superarj.rj.gov.br e clique em "Solicite financiamento";

  • Passo 2: No site da AgeRio, vá até o botão "Clique aqui e solicite seu crédito";

  • Passo 3: Preencha o formulário em agerio.com.br/supera-rj;

  • Passo 4: Aguarde a resposta por e-mail;

  • Passo 3: Caso seja aprovado na fase inicial, receberá um e-mail solicitando a documentação;

  • Passo 4: Os documentos devem ser inseridos na Área do Cliente do site da AgeRio

  • Saiba todo o processo: www.agerio.com.br/passo-a-passo-supera-rj;

Fonte: http://www.rj.gov.br/

 


Conteúdo Publicitário