top of page
  • Foto do escritorFernanda Calé

Editais culturais da Funarj distribuirão mais de R$ 500 mil


Na imagem podemos ver a fachada da Casa de Cultura Laura Alvim, um prédio de três andares nas cores brancas com bege e grandes janelas de vidro.
Casa de Cultura Teatro Laura Alvim fica em Ipanema, na Zona Sul carioca: opção de local para apresentação como contrapartida. / Foto: Divulgação Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Iniciativas vão premiar projetos nas áreas da música, dança e artes cênicas. Veja como participar:

 

O Governo do Estado do Rio, pro meio da Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro (Funarj), abriu dois editais culturais com objetivo de divulgar projetos nas áreas da música, artes cênicas e dança, inscrições vão até os dias 12 e 15 de março.

 
 

As inscrições para os editais "Prêmio Funarj de Música Ao Vivo 2023" e "Edital Ondas da Cultura 2023" estão disponíveis no site www.funarj.rj.gov.br.


Edital Ondas da Cultura 2023

Com inscrições até o dia 15/03, a iniciativa vai selecionar 60 vídeos de performances artísticas, entre 10 e 20 minutos, a serem exibidos no canal da Funarj no YouTube durante todo o ano de 2023, prazo que pode ser estendido.


As categorias para envio de vídeos estão divididas em: Artes Cênicas, Música, Solo Musical e Dança. Cada candidato selecionado receberá um prêmio de acordo com a sua categoria, que pode ser de R$ 2 mil ou R$ 3.500.


Prêmio Funarj de Música Ao Vivo 2023

A iniciativa receberá inscrições até o dia 12/03, nela serão selecionados 60 projetos de música ao vivo, de quaisquer gêneros musicais, de grupos, companhias ou artistas independentes que sejam do Rio de Janeiro ou que desenvolvam, comprovadamente, ações e/ou projetos culturais no território fluminense há pelo menos um ano.


O valor da premiação para cada um dos projetos contemplados é de R$ 5.500. Como contrapartida, o selecionado deverá realizar uma apresentação em um dos teatros da Funarj localizados em: Teatro Armando Gonzaga (em Marechal Hermes), Teatro Mário Lago (Vila Kennedy), Teatro Arthur Azevedo (Campo Grande) ou Casa de Cultura Laura Alvim (Ipanema) - todos ficam na capital fluminense.


Para o presidente da Funarj, Jackson Emerick, essa é uma oportunidade para todos os artistas que residem no território fluminense. "Esses editais são um sucesso. A demanda é sempre maior e tentamos, a cada ano, ampliar o número de contemplados. No caso do "Música Ao Vivo", por exemplo, em 2022 eram 40 contemplados, esse ano aumentamos para 60. Apesar de querermos aprovar todos os talentos, a ideia é tentar alcançar o maior número possível de artistas" - destaca.


Comments


Conteúdo Publicitário

bottom of page