top of page
  • Foto do escritorAgência Lume

Como sobreviver ao verão com interrupções no abastecimento de água e luz?


Na imagem podemos ver a entrada de Rio das Pedras.
Foto: Agência Lume.

Imagine enfrentar uma máxima de 39,5 graus sem poder ligar o ventilador ou tomar um banho. Bem-vindo a Rio das Pedras.

 

Todos os dias as mesmas reclamações chegam aos canais de contato da Agência Lume e de diversos outros veículos de comunicação da região de Jacarepaguá. "Estamos sem luz", "a água não chegou", "já liguei pra Light e nada".

 
 

A sensação de impotência toma conta de cada morador que precisa dar um jeito para abanar uma criança pequena ou um idoso, e dizer "calma, daqui a pouco volta". Ou de alguém que chega em casa após o trabalho e não pode tomar banho, porque o abastecimento está irregular, mais um vez.


Essa tem sido a vida de quem mora na segunda maior favela do Rio de Janeiro, e nas últimas semanas a situação se agravou.


É incorreto dizer que essa realidade está acontecendo apenas em Rio das Pedras, moradores da Freguesia, Anil e de muitas outras localidades da cidade estão sofrendo com um abastecimento de energia que não chega perto de satisfazer a população.


Se a falta de luz é democrática, os problemas com o abastecimento de água são uma realidade triste em Rio das Pedras há muitos anos. As crianças já crescem sabendo falar que não tem saneamento básico e não tem água se não ligar a bomba (estar sem luz, também é estar sem água).


É verdade que os problemas no abastecimento de água desta semana foram agravados pela interrupção dos serviços de produção de água na Estação de Tratamento de Água do Guandu, operada pela Cedae, ocorridos após fortes chuvas. Mas, e os problemas que moradores estão enfrentando desde o início do verão?


Ontem (17/01) a Estação Marambaia, do Inmet registrou uma máxima de 39,5 graus, para esta quinta-feira (18/01) a previsão é de uma máxima de 39 graus.


E as melhores dicas de sobrevivência para o verão deste ano é: Compre velas. Guarde água.


O que dizem os citados:

Segundo a Iguá, após o retorno da produção de água pela Cedae no dia 15/01, a distribuição de água em toda sua área de atuação tem retornado gradualmente. Conforme informado nas comunicações da concessionária, a expectativa de retorno completo do abastecimento é de 72h após a volta da distribuição.

 

Reforçamos a importância do uso consciente da água neste período e esclarece que seus clientes podem acionar a central de atendimento, pelo telefone 0800 400 0509.


Já a Light, informou que que as ocorrências em Rio das Pedras são provocadas pela grande quantidade de "gatos" de energia no local. Isto porque os transformadores são configurados e instalados para atender o número de clientes que a concessionária tem cadastrados e acabam por entrar em sobrecarga devido à demanda das ligações irregulares.


No verão, ou em dias de altas temperaturas, isto fica acentuado, devido ao aumento do consumo de energia para suprir aparelhos de ar-condicionado.


Em relação a trechos do bairro da Freguesia, a concessionária registrou ocorrências pontuais na região. A empresa realiza manutenções periódicas e preventivas em sua rede elétrica para diminuir as ocorrências.


No dia 03/01, por exemplo, houve necessidade de desligamento da rede para que técnicos da companhia fizessem a substituição de um equipamento para garantir a melhoria do fornecimento de energia aos clientes.


Ao longo de todo o ano de 2023, a concessionária realizou 403 serviços preventivos na rede que atende a região.


Comments


Conteúdo Publicitário

bottom of page