• Lucas Pereira

Cláudio Castro vistoria lagoas da Barra e Jacarepaguá


Foto: Rafael Campos/Governo do Estado do Rio de Janeiro

Governador afirma que vai investir em infraestrutura com dinheiro do leilão do saneamento.

 

O governador do Rio, Cláudio Castro (PL), visitou o Complexo Lagunar da Barra e Jacarepaguá na manhã desta quarta-feira (16/06) após evento com prefeitos de cidades que participaram da concessão do saneamento. Acompanhado do Secretário de Estado do Ambiente, Thiago Pampolha, e de ambientalistas, Castro foi conhecer de perto os problemas graves e crônicos da região. O investimento no sistema será de R$ 250 milhões e são garantidos pelo edital de concessão criado pelo Governo do Estado.


Para o governador, o complexo de lagoas tem um rico potencial de turismo e de lazer, Cláudio Castro disse que pretende sugerir ao prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), a criação de um bioparque na região.

 

Continua depois da publicidade


 

Antes de percorrer as lagoas, o governador prestou contas sobre os números finais do leilão do saneamento. Foram mais de R$ 22,6 bilhões, que serão distribuídos entre as cidades, o Instituto Região Metropolitana (IRM) e o Governo do Estado. Foi anunciado também a abertura de concurso para a Agência Controladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro (Agenersa).


Castro reiterou que não irá gastar o dinheiro da concessão com despesas ordinárias, como pagamento de salários, e que os valores serão investidos em infraestrutura para que o estado seja capaz de gerar novos postos de trabalho e trazer renda para a população. O governador afirmou a importância do bom uso do dinheiro público e o compromisso com a transparência, convocando prefeitos de 29 cidades a aderirem ao portal que será criado pelo governo para que pas pessoas acompanhem como estão sendo feitos os investimentos.


Empresas que venceram a concessão


A Aegea, empresa criada em 2010, registrou um crescimento exponencial e saltou de seis cidades atendidas em 2010 para 126 municípios em 2020. Depois o leilão da Cedae e a conquista dos blocos 1 e 4, a companhia passa a atuar em 153 cidades, atendendo 21 milhões de pessoas em 12 estados diferentes com a gestão dos sistemas de esgoto e/ou água.


Já a Iguá, é uma companhia de saneamento controlada pela IG4 Capital, atuante no gerenciamento e na operação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário através de concessões e de parcerias público-privadas. Como uma das maiores operadoras privadas do setor no país, atualmente está presente em 37 municípios de cinco estados brasileiros – Alagoas, Mato Grosso, Santa Catarina, São Paulo e Paraná – por meio de 18 operações que beneficiam cerca de 6 milhões de pessoas.


Divisão dos blocos


Consórcio Aegea


1 - Zona Sul do Rio de Janeiro + São Gonçalo, Aperibé, Miracema, Cambuci, Cachoeiras de Macacu, Cantagalo, Casimiro de Abreu, Cordeiro, Duas Barras, Magé, Maricá, Itaocara, Itaboraí, Rio Bonito, São Sebastião do Alto, Saquarema, São Francisco de Itabapoana e Tanguá.

4 - Rio de Janeiro (Centro e Zona Norte), Belford Roxo, Duque de Caxias, Japeri, Mesquita, Nilópolis, Nova Iguaçu, Queimados e São João de Meriti.


Consórcio Iguá


2 - Rio de Janeiro (Barra e Jacarepaguá), Miguel Pereira e Paty dos Alferes.


Fonte: http://www.rj.gov.br/

 

Conteúdo Publicitário