• Fernanda Calé

Centro de Inclusão Digital e Núcleo Social são inaugurados em Rio das Pedras


Uma sala multimídia com paredes na cor cinza, equipamentos para aprendizado de computação, mesas, cadeiras, quadro branco e uma cadeira de rodas.
Núcleo Social Manassés e Centro Inclusão Digital . / Foto: Marco Vitale.

O espaço será oficialmente aberto neste sábado (20), e oferecerá diversas oficinas para crianças e jovens da comunidade.

 


 

Rio das Pedras ganhará, a partir deste sábado (20/08), mais um espaço de desenvolvimento e aprendizado. O Núcleo Social Manassés, e o Centro de Inclusão Digital do Projeto semear, que funcionarão no mesmo local, e são uma iniciativa do Instituto Percepções, que contou com o apoio do Projeto Semear, da Fundação Amor Horizontal.


No local serão oferecidas oficinas que visam o desenvolvimento de crianças e jovens, de 7 a 22 anos, que moram nas regiões de Rio das Pedras e do Sertão. O núcleo localizado no Floresta Country Club, funcionará de segunda a sábado e terá oficinas de fotografia, edição de imagens, edição de vídeos, radialismo, DJ, informática, dentre outras atividades.


Segundo Marco Vitale, fotógrafo, presidente do Instituto Percepções, e idealizador do núcleo social, o objetivo do espaço é promover a inclusão digital e diversas outras atividades relacionadas ao tema, para crianças e adolescentes, incluindo as que possuem algum tipo de deficiência física, sensorial, intelectual ou múltipla.

"O núcleo foi pensado para proporcionar recursos de acessibilidade arquitetônica, atitudinal, comunicacional e digital para que as crianças e adolescentes com deficiência possam participar."

Quem foi Manassés?

Manassés Andrade foi um expoente da arte nordestina, artista plástico pernambucano e membro da Academia Brasileira de Belas Artes. Manassés tornou-se conhecido nacionalmente ao criar as obras que serviram de tema para a abertura da novela Cabocla da TV Globo e que foram animadas pelos designers Hans Donner e Lucino Armaroli.


Manassés também criou a obra tema do Projeto Percepções exibido no programa Fantástico da TV Globo: uma expedição pela América do Sul, que percorreu mais de 30.000 km durante 3 meses com uma equipe formada por pessoas com e sem deficiência. Em 2006, fundou o Instituto Percepções com o amigo Marco Vitale.


Manassés nos deixou em julho do ano passado, o núcleo inaugurado nesta semana será uma forma de homenagear o artista que tanto trabalhou em prol da luta das pessoas com deficiência. Além da oportunidade de receber o Centro de Inclusão Semear da Fundação Amor Horizontal com o apoio da P&G.


Unindo forças para realizar sonhos
Na imagem pode-se ver a fachada de uma sala o local possuído uma rampa de acesso, paredes verdes com branco, duas janelas verdes e uma porta com uma escadinha. O imóvel está localizado em meio a árvores e um bonito gramado.
Núcleo Social Manassés e Centro de Inclusão Digital do Projeto Semear. / Foto: Marco Vitale

A construção do Núcleo Manassés contou com apoio de diversas pessoas e organizações, dentre elas o Instituto Percepções que assumiu os custos mensais do espaço. A Fundação Amor Horizontal, através do Projeto Semear, que patrocinado pela P&G, fez a doação de diversos equipamentos eletrônicos e móveis que possibilitarão o desenvolvimento de diversas atividades. E a Paris Telas, que fez a doação de telas para oficinas de arte.


Além de apoiadores que ajudaram na construção do núcleo, outras parcerias foram criadas, como no caso do apoio da rádio Positividade FM, que ajudará o núcleo oferecendo oportunidades aos jovens que se destacarem na área do radialismo.

"A Positividade FM é uma rádio jovem que surgiu durante a pandemia com a proposta de trazer boa música, entretenimento e notícias com um conceito de elevação do astral e bem estar. A rádio tem uma vocação pelo social e o Núcleo Social Manassés foi abraçado pelo DJ Marcson Muller, João e Meinha."

Por que Rio das Pedras?

Segundo Marco Vitale, a região foi escolhida pois o Instituto Percepções já desenvolve projetos socioesportivos desde 2002 em Rio das Pedras, principalmente nas áreas do Areal e Areinha, onde criou uma escola de fotografia: Imagem Solidária, e durante a pandemia uma ação humanitária para 798 famílias que receberam mais de 6 mil cestas de alimentos entre março/2020 e abril de 2022. Essa ação humanitária foi batizada de "Não Lave as Mãos Para Rio das Pedras".


Como ajudar?

O núcleo ainda sofre com a falta de voluntários que poderiam permitir a ampliação do público atendido através de novos cursos e horários, e está aberto a pessoas que possam compartilhar os seus conhecimentos e que tenham disponibilidade de ao menos uma hora semanal. O núcleo se mantém através do Instituto Percepções que arca com as despesas de locação do espaço, internet e material necessário para desenvolvimento das atividades.


Empresas e pessoas que desejarem apoiar o projeto ou serem voluntários podem entrar em contato com o responsável pelo núcleo, Marco Vitale, pelo telefone (21) 98947-0000, ou pelo e-mail: contato@percepcoes.org.br


Sonhos e projetos futuros

Segundo os organizadores, o Núcleo Social Manassés quer realizar com excelência as atividades sociais propostas e realmente promover as crianças e adolescentes participantes e de forma indireta, apoiar as suas famílias.


Que esses possam fortalecer as suas condições de socialização na comunidade e ampliar os seus horizontes, para mais tarde ingressarem no mercado de trabalho ou atividades profissionais. Além disso, existe a possibilidade futura de ampliação do espaço através de um anexo da sala atual, diversificação dos cursos e atividades.


Inauguração

A inauguração do Núcleo Social Manassés, e do Centro de Inclusão Digital do Projeto Semear acontecerá neste sábado às 14h, na Estrada do Bougaiville, 442 - Floresta Country Club, Jacarepaguá.



Conteúdo Publicitário