• Fernanda Calé

Rodoviários podem entrar em greve nesta segunda-feira (28)


Iniciativa foi tomada após decisão da justiça, categoria foi convocada para uma assembleia na noite do dia 28.

 


 

O Sindicato dos Rodoviários do Rio de Janeiro (SINTRUCAD-RIO), convocou todos os trabalhadores da categoria para uma assembleia que será realizada na noite da próxima segunda-feira dia 28/03, quando pretendem iniciar uma greve por tempo indeterminado.


Em um comunicado divulgado, o SINTRUCAD-RIO informou que o que motivou a convocação foi uma decisão tomada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) ontem (24/03):


"o Tribunal Regional do Trabalho extinguiu o dissídio coletivo em que o SINTRUCAD-RIO apresentou reconvenção para que fosse concedida a recomposição salarial dos rodoviários pela inflação acumulada desde 2019. Em sua decisão, por maioria de 4 votos a 3, o TRT disse que, mesmo com a intransigência patronal que há 03 (três) anos se recusa a discutir o reajuste da categoria, o Rio Ônibus tinha que ter autorizado o julgamento. O Ministério Público do Trabalho e três Desembargador(as) reconheceram que o pedido do sindicato tinha que ser julgado procedente, mas foram vencidos pela maioria."


Clique aqui para ver o documento completo.


Segundo sindicato, após a decisão, todas as tentativas de negociação foram esgotadas, e mesmo que a decisão do Tribunal tenha suspendido a greve em 28/11/2021, o SINTRUCAD-RIO afirmou que "ao deixar de julgar as reivindicações dos trabalhadores fica valendo a deliberação da assembleia do dia 23/11/2021, que ficou instalada em caráter permanente e aprovou a greve dos rodoviários."


O SINTRUCAD-RIO finaliza o documento dizendo que já notificou, nos dias 24 e 25/03, as empresas, o Rio Ônibus, o Ministério Público do Trabalho e o Município do Rio de Janeiro que após 72 horas, os rodoviários iniciará uma greve por prazo indeterminado.


Ainda segundo o sindicato, a assembleia que será realizada na próxima segunda-feira, dia 28, às 20h, no Centro Esportivo dos Rodoviários, que fica localizado no bairro de Rocha Miranda marcará o inicio das paralizações.

 


Conteúdo Publicitário