• Agência Lume

Prefeitura vai instalar base da Comlurb embaixo de viaduto da Linha Amarela


A parceria entre o município e empresas comerciais quer levar mais qualidade de vida para a região da Linha Amarela.

Por: Fernanda Calé e Rita Valente.

 


 

Um problema que tem incomodados moradores e frequentadores do bairro de Jacarepaguá é o número de pessoas em situação de rua, grande parte, usuários de drogas, em uma ocupação que fica localizada embaixo do viaduto da Linha Amarela, na altura da Cidade de Deus, onde se abrigavam para o uso de entorpecentes.


O local recebe frequentes ações realizadas por órgãos da Prefeitura, como Secretária de Assistência Social, Comlurb e Secretária de Ordem Pública, sempre em parceria com a Subprefeitura de Jacarepaguá. Porém, como essas ações encontram dificuldades em garantir que as pessoas permaneçam em abrigos, o município anunciou uma alternativa para revitalizar o espaço e assim, evitar acidentes e a continuidade do uso do local para o consumo de drogas.


De acordo com a Subprefeita de Jacarepaguá, Talita Galhardo, foi firmada uma parceria público privada com as empresas responsáveis pelos shoppings Up Town e Park Jacarepaguá para construção no local, de uma base avançada, para Comlurb com Gerência responsável pela coleta de lixo na Cidade de Deus, com instalação de contêineres para o setor administrativo, salas de trabalho, refeitórios, vestuários, depósito de materiais, além de um estacionamento com capacidade para seis caminhões coletores de resíduos sólidos urbanos.


Com esta iniciativa, a prefeitura acredita que a segurança para moradores e motoristas que as passam pela Avenida Edgar Werneck embaixo da Linha amarela, será proveitosa e com segurança.


A Lume perguntou a Subprefeitura de Jacarepaguá para entender quais as iniciativas serão tomadas para auxílio as pessoas que vivem no local, também questionamos como a Prefeitura irá garantir que esse indivíduos em situação de rua que ocupam região, não se desloquem para a área próxima – como costuma acontecer após estas ações – e ocupem o terreno da Casa-grande da Fazenda Engenho D’água, onde já é possível observar pequenos abrigos entre as árvores e a grama crescida, a Subprefeitura de Jacarepaguá respondeu dizendo que:


“O trabalho de abordagem e acolhimento continuará sendo feito em conjunto com a Secretaria Municipal de Assistência Social. Entretanto, de acordo com a legislação, nenhum acolhimento pode ser feito de forma compulsória”, respondeu a Subprefeitura.


O projeto já está em execução acelerada, e a Prefeitura espera no próximo mês iniciar o mesmo tratamento no segundo vão do viaduto, sentido Ayrton Senna, para estacionamento de caminhões.

 



Conteúdo Publicitário