• Rafael Rodrigues

Prefeitura anuncia plano de uso dos recursos da concessão da Cedae


Foto: Prefeitura do Rio - Beth Santos

O plano tem investimentos focados em saúde e educação.

 

Foi anunciado ontem (13/09), o plano de uso de recursos da concessão da Cedae. O plano, chamado de Rio Futuro, tem como objetivo investir os recursos em áreas mais deficitárias da cidade, como saúde e educação. Serão investidos R$5,4 bilhões em 18 projetos e irão impactar mais de 2 milhões de pessoas, além de gerar mais de 30 mil empregos na cidade.

 

Continua depois da publicidade


 

A maior fatia dos investimentos vai para área da educação, na qual serão investidos mais de R$1,6 bilhões, parte desse dinheiro será usado em ações de reforço escolar e atividades extracurriculares. As atividades extracurriculares serão dadas por meio de bolsas para cursos em instituições credenciadas, focadas em idiomas, tecnologias e empreendedorismo.


A prefeitura espera investir R$245 milhões para manter as escolas abertas para alunos do Ensino Fundamental durante as férias de janeiro e julho, onde serão oferecidos aulas de reforço, programas de estudos de curta duração e metodologias ativas de ensino, voltadas para alunos com dificuldades de aprendizagem.


O prefeito do Rio, Eduardo Paes, também colocou em pauta a iniciativa de zerar a fila do Sisreg( Sistema Regulação do SUS), com o investimento de R$1,1 bilhões para ampliar da capacidade pública de atendimento à população em procedimentos e consultas ambulatoriais por meio de telemedicina, licitações e convênios. A prefeitura também espera firmar o Protocolo de Cooperação entre Entes Públicos para aumentar as vagas em hospitais federais.


Além de investimentos em saúde e educação, a prefeitura procura investir R$1,4 bilhões em infraestrutura da cidade, com a criação de Territórios Sociais e Áreas Verdes, para melhorar as regiões mais pobres da cidade. Um do projetos é a criação de um parque linear ao longo do rio Cabuçu-Piraquê, usando técnicas e drenagens sustentáveis para manter o rio seguro de erosões e poluições.


Durante o evento realizado no Palácio da Cidade, em Botafogo, o prefeito Eduardo Paes deu a seguinte declaração:


"Este plano vai, com esses recursos extraordinários da concessão da Cedae, resolver algumas das questões que mais afligem a população. Nada me emociona mais nesse processo do que poder investir R$ 1,1 bilhão para, num período de 18 meses, zerar a fila do Sisreg e trazer dignidade para o carioca. Para as pessoas que buscam um exame ou uma cirurgia e não conseguem, eu quero dar essa boa notícia de que vamos fazer com que a vida dela volte à normalidade, com um atendimento adequado de saúde."


Fonte: https://prefeitura.rio/fazenda/plano-de-uso-pelo-municipio-dos-recursos-da-concessao-da-cedae-tem-foco-em-saude-e-educacao/


 




Conteúdo Publicitário