• Fernanda Calé

Moradores da rua Almira em Rio das Pedras sofrem com esgoto a céu aberto



Equipe de CEDAE já fez duas visitas ao local, mas a quantidade de lixo nas galerias, e a falta de disponibilidade do caminhão com desentupidora não permitiu que o trabalho fosse finalizado.

 

Há pelo menos 3 semanas os moradores da região da rua Almira em Rio das Pedras sofrem com esgoto a céu aberto. Quem passa pelo local também tem dificuldade em cruzar a via e os becos próximos ao número 34, que fica em frente a igreja Assembleia de Deus.



O motivo de tantos problemas são as galerias de esgoto que estão entupidas de terra e lixo, um problema corriqueiro na comunidade. Para resolver a situação moradores fizeram reclamações a CEDAE, responsável pelo serviço.


A empresa mandou funcionários duas vezes ao local, na tarde de hoje os funcionários encerraram a segunda visita, mas o problema não pode ser completamente resolvido.


Segundo os moradores os motivos para a não realização completa do serviço são pelo menos três: a falta de disponibilidade do caminhão com desentupidora, apenas um para toda a região; Os carros parados na rua Amparo, que impedem a chegada do caminhão até o local; e a grande quantidade de lixo nas galerias, que impede o desentupimento manual e aumenta o trabalho do caminhão.

Funcionários da CEDAE desentopem galeria na rua Pereira/ Foto: Marta Mariano.

Outras ruas da comunidade também sofrem com problemas de esgoto, a rua Pereira é um exemplo, o local precisa de novas caixas de esgoto, e funcionários da CEDAE afirmam que não tem material para construir as caixas.


A Agência Lume entrou em contato com a CEDAE, mas até o momento da publicação a empresa ainda não respondeu.


Enquanto os problemas não são resolvidos, os moradores de Rio das Pedras seguem sofrendo com a falta, ou a má qualidade do saneamento básico na comunidade.


Veja a baixo algumas imagens da serviço realizado hoje:

 


Conteúdo Publicitário