• Fernanda Calé

Governo lança programa de câmeras portáteis para ações de segurança pública


Foto: Divulgação Governo do Rio de Janeiro.

Segundo o governo, a utilização dos equipamentos terá início neste fim de ano.

 

O governador Cláudio Castro lançou, nesta segunda-feira (13/12), o programa de câmeras operacionais portáteis. A lançamento ocorreu no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Cidade Nova. Os equipamentos serão instalados em uniformes de agentes de segurança pública, fiscalização, licenciamento e defesa civil, para o registro de atividades e abordagens.

 

Continua depois da publicidade


 

Já neste fim de ano o sistema deverá ser utilizado para reforçar a segurança em Copacabana, local que recebe um grande fluxo de turistas nesse período. Os Policiais Militares do 19ºBPM já estão em treinamento para utilização das câmeras.


O agente que precisa ter acesso ao equipamento precisará ir até uma central de recarga e armazenamento de imagens, onde é feita a leitura facial. Um compartimento se abre e a câmera portátil é retirada e colocada no uniforme do agente. A gravação se inicia automaticamente quando o equipamento é liberado, e a câmera filma 12 horas seguidas. As imagens geradas são passadas para uma nuvem e podem ficar armazenadas por até 12 meses. As câmeras não permitem edição e nem manipulação de imagens.


Treze órgãos participam desse programa: Polícia Militar, Polícia Civil, Defesa Civil, Operação Segurança Presente (Secretaria de Governo), Lei Seca (Secretaria de Governo), Operação Foco (Casa Civil), fiscais da Secretaria de Fazenda, Detran, Procon, Instituto de Pesos e Medidas, Departamento de Recursos Minerais, Instituto Estadual do Ambiente e Detro.


Segundo o governo, a aquisição de 21.571 câmeras corporais foi a maior licitação já feita no país desse tipo de equipamento e faz parte do Programa Estadual de Transparência em Ações de Segurança Pública, Defesa Civil, Licenciamento e Fiscalização. Além de proteger os servidores em casos de falsas acusações, o uso do equipamento vai aumentar a transparência e a fiscalização das ações policiais.


Fonte:http://www.rj.gov.br

 

Conteúdo Publicitário