• Mylena Pinheiro

Eleições 2022: saiba quais documentos são necessários e como justificar o voto


As eleições estão chegando e você pode tirar as suas dúvidas antes de votar.

 

O primeiro turno das Eleições 2022 acontecem no dia 2 de outubro em todo o país, no período de 08h às 17h, obedecendo o horário de Brasília. O voto é obrigatório para brasileiras e brasileiros de 18 a 69 anos e facultativo para jovens de 16 e 17 anos, pessoas analfabetas e maiores de 70 anos.

 


 

Além de votar para escolher o cargo de presidente da Republica, os brasileiros terão que votar para decidir outros quatro cargos, são eles: deputado federal, deputado estadual (ou distrital, no caso do DF), senador e governador.


Pelo menos 156 milhões de brasileiros devem comparecer aos locais de votação no dia 2 de outubro. Porém, mesmo as vésperas das eleições muitos eleitores ainda possuem dúvidas a respeito da votação.


Selecionamos as dúvidas mais frequentes para auxiliar o eleitor a exercer seu papel:


Quais documentos são necessários para votar?

Na hora de votar é necessário levar um documento oficial com foto, sendo aceita a versão digital do e-Título, carteira de identidade, passaporte, carteira de categoria profissional reconhecida por lei, carteira de trabalho, certificado de reservista ou carteira de habilitação.


Não é obrigatório levar o titulo de eleitor, porém o cidadão pode levar para auxiliá-lo, já que nele constam as informações de zona e seção eleitoral.


Como justificar o voto?

Todo eleitor que estiver fora de seu domicilio eleitoral poderá justificar sua ausência. A Justiça Eleitoral considera como domicilio eleitoral a cidade onde o eleitor vota. No dia da eleição, a justificativa poderá ser feita por meio do aplicativo e-Título ou uma seção eleitoral localizada fora do município onde está apto a votar.


Se o eleitor optar por justificar em uma seção eleitoral, deverá comparecer apresentando o Formulário de Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE) devidamente preenchido, o titulo e um documento com foto.


Quem não justificar no dia da votação terá o prazo de 60 dias após cada pleito de fazer isso e não pagar multa.


Caso o eleitor não vote e nem justifique a ausência, como fará para regularizar sua situação?

Após o prazo, quem não votou e não justificou a ausência, deverá regularizar sua situação junto a Justiça Eleitoral por meio do pagamento da multa no valor de R$ 3,51 por turno, que poderá ser realizado via pix ou pelo cartão de crédito.


As duas modalidades de pagamentos serão realizadas no site da Justiça Eleitoral, por meio da plataforma PagTesouro.


Fonte: TRE-RJ




Conteúdo Publicitário