• Mylena Pinheiro

Dia da Pessoa com Deficiência: veja como o TRE levará mais acessibilidade para as eleições


Na foto podemos ver um homem em uma cadeira de rodas sendo ajudado por um outro homem a descer escadas

Novos recursos vão facilitar eleitores com deficiência na hora de votar.

 

No dia 21 de setembro, é comemorado no Brasil o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, a data foi oficializada em 2005 pela Lei nº 11.133, entretanto já era marcada por reivindicação do Movimento pelos Direitos das Pessoas com Deficiência (MDPD) desde 1982.


 


 

A data é importante para lutar por melhorias que devem ser feitas para garantir acessibilidade e inclusão social dessas pessoas, dar uma maior visibilidade para elas e também celebrar todas as conquistas.


As Eleições de 2022, que acontecem no dia 2 de outubro, devem contar com 1.271.381 eleitoras e eleitores, que declararam ter algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida, dentro de um eleitorado total de 156 milhões de pessoas.


Para receber esses eleitores com mais segurança e comodidade, este ano, a Justiça Eleitoral (JE) vai disponibilizar mais de 163 mil seções eleitorais com acessibilidade.


Todas as urnas eletrônicas são preparadas para atender pessoas com deficiência visual. Além do uso do sistema Braille e da identificação mais evidente da tecla cinco no teclado da urna, também são disponibilizados fones de ouvido para pessoas cegas ou com baixa visão receberem sinais sonoros com indicação do número escolhido e retorno do nome do candidato.


Para promover uma maior inclusão, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aprimorou os softwares e instalou novos recursos de acessibilidade nas urnas eletrônicas. Os equipamentos contarão com tradução para a Língua Brasileira de Sinais (Libras). Também será apresentado um vídeo feito por uma intérprete de Libras em todas as 577.125 para indicar o candidato e cargo que está sendo votado.


As pessoas com deficiência têm preferência na hora da votação. Elas podem ser auxiliadas no instante de votar, caso seja atestado a necessidade da ajuda. Nesse caso, serão acompanhadas por alguém de sua confiança, inclusive na cabine de votação.



Fonte: TSE

Conteúdo Publicitário