top of page
  • Foto do escritorFernanda Calé

Usuários reclamam de climatização e atendimento em Clínica da Família de Rio das Pedras


Município diz que a unidade realiza 500 atendimento por dia, e que está investindo na melhoria da climatização do local.

 

Moradores de Rio das Pedras têm expressado insatisfação com as condições de atendimento na Clínica da Família Otto Alves de Carvalho. Problemas de climatização devido a ventiladores quebrados e a demora no atendimento têm sido os principais pontos de reclamação.

 
 

Usuários da Clínica da Família localizada na Avenida Engenheiro Souza Filho, têm se queixado do desconforto térmico nas áreas de espera, especialmente em dias quentes. Os relatos apontam que alguns ventiladores estão inoperantes, tornando o ambiente abafado para aqueles que aguardam atendimento.


A questão da demora no atendimento também tem sido motivo de reclamação. Segundo informações apuradas pela Agência Lume, a unidade possui aproximadamente 50 mil pacientes cadastrados e uma média de 600 atendimentos diários.


Outro ponto levantado pelos usuários é a busca por atendimentos emergenciais na clínica, que não são sua função primária. A distância das unidades emergenciais faz com que muitos recorram à Clínica da Família, sobrecarregando o sistema.


O que dizem os citados?

Diante das reclamações, a Agência Lume questionou a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) quais medidas estão sendo adotadas para minimizar os efeitos do calor nas unidades de saúde da família, que no geral seguem um mesmo modelo de ambientes abertos sem ar condicionado.


Também questionamos a prefeitura sobre a periodicidade das manutenções na estrutura física da unidade citada que já atende os moradores de Rio das Pedras há 12 anos.


Além disso, também perguntamos ao município se seria possível a instalação de uma unidade de atendimento para emergências em uma região mais próxima a Rio das Pedras.


Segundo a SMS, a compra de três novos aparelhos de ar condicionado e o conserto dos ventiladores que apresentam falhas já estão sendo providenciadas. A manutenção predial da clínica é feita rotineiramente e sempre que necessário.


A secretaria também informou que a média diária de atendimentos na unidade, inclui não só consultas médicas, mas também consultas de enfermagem e atendimentos por outros profissionais, como técnicos de enfermagem, agentes comunitários de saúde, equipe de saúde bucal, etc. E que o número de equipes de saúde da família e de profissionais da unidade está de acordo com as diretrizes do Ministério da Saúde.


Sobre a possibilidade de instalação de uma unidade de saúde que atenda emergências, a prefeitura informou que o atendimento de urgência e emergência é regionalizado. e que seria inviável haver uma unidade de urgência e emergência em cada bairro da cidade, por isso as clínicas da família, essas sim territorializadas, estão aptas ao pronto atendimento de casos de baixa complexidade.


O município orientou que pacientes com casos mais graves que, por ventura, procurem essas unidades para urgências, sejam acolhidos, recebam o primeiro atendimento para que possam ser transferidos pela Central Municipal de Regulação, em ambulâncias e com todo o suporte, para unidades de urgência e emergência.


Como registrar algum problema com relacionado a unidades de saúde da família?

Além dos canais disponibilizados pela prefeitura para recebimento de feedbacks, como o 1746, o usuário pode procurar a gerência da unidade e conversar sobre questões que possam estar o incomodando.


Como realizar o cadastro na clínica sem ter comprovante de residência?


Outra questão que chegou a Agência Lume através dos moradores tem a ver com o cadastros nas unidades de saúde da família. Como o atendimento é territorializado, é muito importante que o morador apresente o comprovante de residência. Entretanto, alguns moradores dizem não ter o documento.


Segundo a SMS, as pessoas que não tenham comprovante de residência, devem buscar pela associação dos moradores, para que a mesma providencie o documento de comprovação. E vale lembrar que para atendimentos de urgência, não é exigida comprovação.



Comments


Conteúdo Publicitário

bottom of page