• Mylena Pinheiro

RJ intensifica busca de crianças que não foram vacinadas contra poliomielite


A imagem mostra uma criança recebendo a vacina contra poliomielite
Fonte: Reprodução/Prefeitura do Rio

A vacinação acontece até o dia 7 de novembro em todo município do RJ.

 

Devido a baixa adesão, desde ontem (17), a Secretária Municipal de Saúde (SMS), intensifica a busca ativa de crianças e adolescentes que ainda não receberam a dose da vacina contra a poliomielite.

 


 

A Prefeitura registrou que 160 mil crianças ainda não foram vacinadas contra a doença no Município do RJ na ultima campanha. O objetivo da intensificação da busca ativa é garantir que os cariocas entre 2 meses e 14 anos estejam em dia com todas as vacinas recomendadas para cada faixa etária.


Para a poliomielite, o esquema vacinal é composto por doses aos dois, quatro e seis meses de idade, e mais uma gotinha aos 15 meses e 4 anos. Além disso, está sendo aplicada ainda mais uma dose de reforço para crianças entre um e quatro anos.


O município prolongou a vacinação até o dia 7 de novembro. Os pais de todas as crianças e adolescentes dentro da faixa etária indicada, devem procurar uma das 236 clínicas da família e centros municipais de saúde para atualização da caderneta de vacinação de seus filhos.


Os responsáveis devem levar a caderneta e o comprovantes de vacinação da criança para que sejam avaliados pelas equipes de saúde e eventuais doses que não tenham sido feitas na época indicada possam ser aplicadas.


As clínicas da família e os centros municipais de saúde estão abertos para a vacinação de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h.


Cariocas podem consultar os locais de vacinação através do site.


Fonte: Prefeitura do Rio

Conteúdo Publicitário