Novo decreto da Prefeitura flexibiliza algumas medidas de restrições no Rio; confira


Entre as alterações estão a liberação da permanência de pessoas em praias e ampliação do horário de funcionamento de algumas atividades.

 

Foi publicado nesta sexta-feira (23/04), um novo decreto do prefeito do Rio Eduardo Paes no Diário Oficial que flexibiliza algumas medidas restritivas contra a disseminação da Covid-19 no Estado. As regras começam a valer a partir de amanhã (24) e vão até o dia 3 de maio. Entre as alterações estão a liberação da permanência de pessoas em praias e ampliação do horário de funcionamento de algumas atividades.


Os restaurantes e bares podem funcionar, mas com a capacidade de lotação máxima de 40% em locais fechados e 60% em locais abertos, e com, no mínimo, 1,5 metros entre as pessoas. O horário de funcionamento vai até às 22h, depois disso, permanece a regra de funcionamento exclusivo por drive-thru e entregas.


A permanência nas vias, áreas e praças públicas no município continuam proibidas no horário das 23h às 5h. Nos dias úteis, foram liberadas a permanência em praias e banhos no mar, parques e cachoeiras, e atividades econômicas na areia como ambulantes. Aos sábados, domingos e feriados, as atividades estão vetadas.


Atividades não-essenciais como shoppings, centros comerciais, museus, cinemas, teatros, circos, parques de diversão, aquários, jardins zoológicos, casas de festas, clubes esportivos e feiras de artesanato vão poder funcionar até às 22h. O Aterro do Flamengo também está aberto.


Continua depois da publicidade

 
 

Permanece proibido o funcionamento de boates, danceterias, salões de dança e casas de espetáculo; a realização de eventos, tais como shows, festas e rodas de samba, em áreas públicas e particulares; e as entradas de ônibus fretados na cidade.


Segundo o 16º Boletim Epidemiológico divulgado também nesta sexta (23/04), nas unidades de urgência e emergência, as médias móveis de atendimentos de síndromes gripal e respiratória aguda grave (SRAG) e os casos confirmados de Covid-19 têm tendência de queda. E a de óbitos começa a se mostrar estável. No entanto, o município segue em estado de alerta.


O município do Rio soma 250.160 casos de Covid-19, com 22.923 óbitos. Somente em 2021 foram registrados 56.230 casos e 4.807 mortes. A taxa de letalidade desde o início da pandemia está em 9,2%, e a de mortalidade em 344,1 a cada 100 mil habitantes.


Sobre a vacinação, até o momento, 1.333.223 pessoas foram vacinadas com pelo menos a primeira dose das vacinas contra o coronavírus, o que representa 19,8% da população. Somente idosos são 1.101.459.


Confira o decreto na íntegra:

rio_de_janeiro_2021-04-23_completo
.pdf
Download PDF • 3.11MB
 

Conteúdo Publicitário