• Agência Lume

Coronavírus: As 111 ruas Amparo em Rio das Pedras

Atualizado: 25 de ago. de 2020


Na foto: vemos as rua Amparo com pessoas caminhando por toda a sua extensão.
A 'real' Rua Amparo. / Foto: Adão Paiva.

Como a não existência de CEPs válidos afetou os moradores de 44,2% das ruas da comunidade.


Por: Adão Paiva; Douglas Teixeira; Érika Alves; Fernanda Calé; Gabrielle Teles; Rô Tavares; Wellington Melo.

 

*OBS.: O CEP 22.753-050, identificado como Rua Amparo, atinge quase metade da comunidade de Rio das Pedras. No local, a rua oficial é popularmente conhecida como Rua do Amparo.

Lançado neste mês, o painel “Covid por CEP”, criado pelo arquiteto Thales Mesentier, utiliza os dados da Prefeitura do Rio para analisar os casos de coronavírus nas ruas do Rio de Janeiro. Em cinco dias, o site que já teve 100 mil acessos, aponta que a Rua do Amparo, localizada na comunidade de Rio das Pedras, é a recordista na cidade em número de mortes, chegando a ter nove no total.

Mas o que nenhuma outra reportagem divulgou nesses dados, é que em Rio das Pedras, das 251 ruas encontradas, 111 respondem pelo CEP da Rua do Amparo (44,2% do total de ruas). Por isso, todos os moradores são cadastrados na rede de saúde como moradores do CEP 22753-050.

Qual é o resultado disso?

Além de acumular casos de COVID-19 em nome de mais de uma centena de ruas, a população da Rua do Amparo também precisa lidar com o preconceito. Veja agora como a falta de apuração, aliada a uma sucessão de erros, e uma foto desatualizada em reportagens, pode causar na vida das pessoas.

“Minha patroa falou que o que importa é a matéria. Eu falei pra ela que era foto antiga.”

Esse é o relato de uma moradora da Rua do Amparo, que teve que explicar aos patrões que sua rua não está mais alagada com esgoto. Por medo, a moradora prefere não se identificar. 

Lorena Carvalho é uma liderança comunitária em Rio das Pedras, ela contou que recebeu mensagens de alguns moradores da comunidade pedindo fotos da Rua do Amparo, eles queriam mostrar as outras pessoas como é o estado atual da rua.

“(…) quando saiu a matéria da rua com a foto antiga os patrões ficaram com medo delas levarem outros tipos de doenças pro trabalho. Então é o CEP, todos nós sabemos que não se refere só a Rua do Amparo. E como todo nós  sabemos, as coisas estão bem difíceis. Ninguém está podendo perder seus empregos! Lamentável.” 

Os sistemas da Secretaria Municipal de Saúde, e de diversas outras empresas colocam as ruas sem CEP com o código postal das ruas ‘reconhecidas’ mais próximas. Nesse cadastro, praticamente quase todas as ruas da região do Areal 1, Areal 2 e Areinha receberam o CEP da Rua Amparo. Segundo o levantamento feito pela nossa equipe em parceria com o Correio Comunitário de Rio das Pedras, 111 ruas respondem pelo CEP 22753-050.


Na imagem vemos um mapa com todas as ruas que respondem pelo mesmo cep da rua Amparo.
Em vermelho, a Rua do Amparo, e em azul, a área enquadrada no CEP da mesma rua./ OpenStretMap

Fontes também revelaram a Lume que nas Clínicas da Família localizadas na comunidade, o CEP da Rua do Amparo é um dos mais usados, pois o sistema exige CEPs ‘chave’ para o cadastro de  pacientes de ruas não reconhecidas formalmente. Isso pode ter feito com que casos de COVID-19 registrados na Rua do Amparo, sejam oriundos de outras áreas.

Perguntada sobre a situação, a assessoria da Secretaria Municipal de Saúde afirmou:

“Os casos informados no Painel Rio Covid-19 usam como referência os endereços informados, o que inclui o CEP, de bairros oficiais da cidade e de comunidades. Importante destacar que a computação dos dados conta com o auxílio das equipes de Estratégia de Saúde da Família com amplo conhecimento do local em que atuam. O cadastramento de casos na plataforma usa como referência o endereço informado pelo paciente ao profissional de saúde no momento do atendimento ou o endereço já cadastrado pelo usuário na clínica da família ou centro municipal de saúde em que é acompanhado.”

Sobre o painel ‘Covid por CEP’ utilizar dados disponibilizados pela Prefeitura a mesma respondeu: 

“É importante deixar claro que o aplicativo ‘Covid por CEP’ não é da Prefeitura do Rio. Portanto, não se trata de fonte oficial para a divulgação de casos e óbitos confirmados. A Prefeitura do Rio divulga diariamente, após as 18h, atualizações da covid-19 na cidade por meio do Painel Rio Covid-19. Segue o link para acesso: https://experience.arcgis.com/experience/38efc69787a346959c931568bd9e2cc4”.

Covid por CEP

Thales Mensentier, criador do Covid por CEP, relevou para a Lume que cada código postal tem uma rua de referência e, por isso, o 22.753-050, identificado como Rua Amparo, também pode incluir outras áreas.  

“Existem desde CEPs que englobam cidades inteiras (no caso de cidades menores) até CEPs especiais destinados a um único edifício. Isso acontece em toda a cidade. Em geral cada CEP tem uma rua de referência (poderia se dizer a rua principal daquele CEP) e por isso o 22.753-050 acaba sendo identificado na Rua do Amparo.”

E Thales complementou dizendo:

“Mas essa situação acontece na cidade inteira. Existem CEPs que cobrem ruas inteiras ou grandes trechos de avenidas. Como não existe, no caso do Rio de Janeiro, um mapeamento detalhado da quantidade de domicílios atendidos por cada CEP fica difícil exibir o número de outras formas, como por incidência, quando calculamos a quantidade de casos dividida pela quantidade de habitantes.”

Quando perguntado sobre explicações que poderiam ser dadas no painel, para que o público pudesse entender melhor a abrangência de cada CEP, o arquiteto respondeu:

“Se houver o dado detalhando todas as ruas abrangidas por cada CEP disponível dá pra pensar em implementar essa funcionalidade (de listar as ruas atendidas por aquele CEP).
Mas a situação desse CEP não é exclusiva. Outros CEPs em outras regiões da cidade (inclusive mais densas e verticalizadas) também abrangem áreas imensas e, eventualmente dezenas de ruas. Nenhum outro CEP sequer chega perto do número de 40 casos ativos.”

Embora a ideia seja recente, Thales pretende fazer algumas atualizações no painel:

“Uma das coisas na qual estou trabalhando é em uma página com respostas para as dúvidas mais frequentes para que as pessoas possam ter essa e outras explicações disponíveis no site. Mas o tempo é um recurso escasso, infelizmente.”

O arquiteto também falou sobre a situação dos moradores da comunidade: 

“Eu compreendo. Acho muito ruim que isso esteja acontecendo. O número de casos ali é alto, mas é alto em outras regiões da cidade também, inclusive em regiões mais ricas.”

Na imagem podemos ver a conta de luz de um morador da rua Limões, que também atende pelo cep 22753-053
Comprovante de residência mostra que a Rua Limões, como tantas outras também utiliza o CEP da Rua do Amparo.

Morador da comunidade de Rio das Pedras, Vinícius Martins, vive na rua Limões, na Areinha, mas possui o mesmo CEP da rua Amparo. O morador falou com a Lume e deu sua opinião sobre o problema da não explicação a população geral sobre essas informações:

“Olha, poderíamos ser generosos com esses profissionais e concluir disso uma certa ingenuidade com relação à configuração urbana do local fruto do processo histórico de ocupações desordenadas. Essa talvez fosse a resposta mais fácil e mais bem aceita pela opinião pública. Por outro lado, se considerarmos não só a forma mas também o fundo dessas reportagens, isto é, aquilo que fica subentendido, assim como o histórico da cobertura que a mídia faz do Rio das Pedras, não acredito ser capaz de fazer tal leitura. Acredito sim ser efeito de um trabalho deliberadamente preguiçoso e irresponsável. Nós acompanhamos desde há muito tempo a cobertura sobre a favela de Rio das pedras, o RP (como as demais favelas da cidade) sempre aparece caracterizado pela negatividade, seja com imagem de enchentes, ou informações sobre milícias e violência, por isso dessa vez não acredito ser tão diferente, talvez uma diferença de grau mas não de natureza; é fácil demais pra eles pintarem as favelas cariocas como locais que não estão cumprindo os protocolos de segurança e em seguida fazer uma reportagem que confirmaria tal irresponsabilidade local, pintando os moradores como  cidadãos ruins e mau caráter, como vemos os debates diários entre “especialista” na tv.”

A Lume Rio das Pedras detalhou e mapeou, com a ajuda do Correio Comunitário e de moradores que participam do grupo da Lume no Facebook, todas as ruas atendidas pelo CEP 22753-050. Você pode ter acesso ao mapeamento fazendo download do documento abaixo.

Mapeamento-das-ruas-que-utilizam-o-CEP-2
.
Download • 8KB

Conteúdo Publicitário