• Gabrielle Teles

Curso de gastronomia sustentável está com inscrições abertas

Atualizado: 9 de dez. de 2020


Na foto: diversos legumes estão arrumados no chão.
/ Foto: Adão Paiva

A oportunidade é oferecida pelo coletivo Sementes em Movimento, que tem como finalidade evitar o desperdício de alimentos e oferecer uma nova fonte de renda.


Estão abertas as inscrições para o curso Sementes em Movimento. A iniciativa do coletivo, pertencente ao Projeto Social Semeando Amor, tem como objetivo ensinar o reaproveitamento de alimentos e, assim, permitir que as mulheres da comunidade tenham uma fonte de renda ao finalizar as aulas. Para participar, os interessados devem se matricular, até o dia 12/09, através da página do Instagram (clicando aqui) ou na sede do projeto, localizado na comunidade de Rio das Pedras, Rua Espada de São Jorge, n º 45.


As aulas, com início no dia 14 de setembro, serão dadas pela Chef Maristella Sodré todas as segundas-feiras, de 8h às 12h30, no Projeto Social Semeando Amor. O curso também conta com palestras de profissionais das áreas de nutrição, meio ambiente e segurança do trabalho. Com duração até o final de novembro e, inteiramente, gratuito, os alunos e alunas do curso Sementes em Movimento serão certificados ao final do período.


A primeira turma aconteceu em 2019, mas a ideia é antiga. Ela nasceu em 2003 quando Dona Vânia, hoje presidente do projeto, percebeu a quantidade de legumes desperdiçados na comunidade de Rio das Pedras. A iniciativa só foi possível quando o coletivo ganhou o edital Movimento Bem Maior, e obteve o apoio do Instituto Phi, que permitiu a contratação de profissionais e a certificação dos estudantes. Agora, o curso recebe sua última turma.

Além de ensinar a aproveitar os alimentos, da casca ao talo, o Sementes em Movimento também é uma oportunidade de renda para as mulheres da comunidade.

“A nossa preocupação era essa, aproveitar as coisas e fazer com que as mulheres tivessem uma renda. É um trabalho de geração de renda. Esse curso é pra gente aproveitar a casca, as sementes, os talos e fazer com que as pessoas consigam vender essas coisas.” – explica Dona Vânia.

Aluna da primeira turma do curso, Rosângela descreve a experiência como a abertura de muitas janelas que ficam fechadas em nossas mentes.

“O coletivo Sementes em Movimento me ajudou muito. Eu não trabalhava fora (de casa), mas o curso, além de me ajudar a aprender a cozinhar melhor para minha família, me ajudou a economizar, a elaborar pratos maravilhosos com aquilo que nós temos em casa. Hoje as pessoas me encomendam dois pratos que aprendi lá: o bolinho de feijão e a tortinha salgada de talos. E eu tenho vendido, tenho ensinado as pessoas a fazer, dessa forma tem entrado uma renda.”

Maria Eunice, que já era voluntária no Projeto Social Semeando Amor, fez parte da turma que se formou em janeiro deste ano.

“Meu plano futuramente é ter meu próprio negócio e exercer tudo que eu aprendi. Antes, eu jogava muita coisa fora que dava pra ser reaproveitada.”

Desde 2002, o Projeto Social Semeando Amor atua na comunidade de Rio das Pedras na distribuição de cestas básicas, roupas e outros itens de necessidade. As doações são entregues para os moradores cadastrados, e pessoas idosas ou portadoras de alguma doença possuem prioridade na lista. Para os que quiserem fazer alguma doação, é só comparecer na sede do projeto, localizada no Areal 1, Rua Espada de São Jorge, n º 45 ou entrar em contato pelo Instagram. A ONG conta com o apoio da Igreja da Penna e da Rede Varejão Hortifruti de Rio das Pedras.


 


Conteúdo Publicitário