• Fernanda Calé

Escolas da rede estadual irão reabrir para alunos sem acesso a internet


Na foto: Dois estudantes estão na biblioteca, a menina de pele clara e cabelos pretos mais a frente, está lendo um livro, já o menino de ascendência asiática que está ao fundo procura por um livro na estante.
Foto: Wix.

A partir do dia 5 de outubro, os alunos que não tem acesso a internet, e que morem em de municípios com bandeira amarela poderão ir a escola.

 

O governo do Rio anunciou que a partir do mês de outubro, as escolas estaduais de municípios que estejam com a bandeira amarela poderão receber alunos três vezes na semana. O objetivo é assegurar que os alunos possam dar continuidade aos estudos na plataforma Google Classroom.

Para garantir o distanciamento entre os estudantes, recomendado pela Secretaria de Estado de Saúde, as salas de aula vão virar laboratórios de informática. Cada escola deverá organizar a utilização de seus espaços.

A Secretaria de Estado de Educação vai disponibilizar computadores, equipamentos multimídia e materiais didáticos digitais nas unidades de ensino de todo o Estado do Rio de Janeiro. A decisão foi alinhada com a Prefeitura do Rio de Janeiro.

Segundo decreto estadual, publicado no dia 20 de agosto, as aulas presenciais na rede estadual poderão ser retomadas nas regiões que permaneçam em baixo risco de contaminação pela Covid-19 por, no mínimo, duas semanas seguidas antes da data prevista para a abertura.

 

Conteúdo Publicitário