• Agência Lume

Como manter-se saudável mentalmente em tempos de pandemia


Na foto: podemos ver uma mulher negra sorrindo intensamente. Ela aparenta estar sentada em um estabelecimento, ao fundo vemos um rua num dia ensolarado.

Por: Luana Santos

 

Estamos vivendo em meio a uma pandemia, palavra que dá nome a uma doença que se dissemina com facilidade, no entanto, não é preciso entrar em pânico. Nesse momento é importante ouvir o que dizem nossas autoridades, eles sabem mais do que nós a respeito do vírus, e é preciso obedecer o que é pedido.

Algumas atitudes poderão te ajudar neste momento tão difícil:

  • Evite excesso de informações. É importante informa-se mas o exagero de informações podem te deixar estressado, ansioso e com medo. Esse não é o momento. 

  • A quarentena não é sinal de solidão. Fortifique seus laços afetivos, com amigos e familiares, por meio das redes sociais. O contato afetivo nesse momento vai fazer com que você não se sinta sozinho.

  • Ouça músicas que façam com que você possa se sentir relaxado e calmo. Dance, cante, mexa-se ainda que dentro de casa. 

  • Escreva sobre algo que goste, desenhe, pinte, leia, procure exercícios de meditação guiada no YouTube. Faça com que esse tempo se torne produtivo para seu autoconhecimento.

  • Mantenha sua rotina diária. Acorde cedo, se alimente bem, arrume a casa ou o quarto. É importante que você não saia de casa, mas que faça dela seu local de conforto. 

  • Procure estar sempre em movimento e mantendo os cuidados de higiene básicos como lavar as mãos com frequência, tomar banho sempre que chegar da rua e colocar as roupas usadas para lavar. 

  • É de extrema importância que você fique em casa, mas, caso não consiga, faça todos os itens acima não esquecendo de usar álcool em gel quando não tiver água com sabão por perto. 

Portanto, você não está sozinho. Estamos juntos nessa. Caso precise de ajuda ou perceba que está com alguns sintomas do coronavírus entre em contato com os canais de saúde ou peça a ajuda de alguém mais próximo respeitando os limites de distância necessária pedido pela Organização Mundial de Saúde. 

Referências:

OMS; Cuidando da Saúde Mental em tempos de crise, Março de 2020.


 

Luana Santos, Psicóloga formada pela PUC-Rio e especialista em Psicologia Hospitalar pela UFRJ. Atua como Psicóloga desde 2016.

Moradora do Rio das Pedras há 26 anos.

Conteúdo Publicitário